Planos da Netflix no Brasil estão entre os mais baratos

COMPARTILHAR:

Estudo comparou o custo-benefício e os preços praticados pelo streaming nos países onde atua.



A Netflix é mais acessível financeiramente no Brasil do que em outros países. Segundo um estudo da consultoria Comparitech, o preço da assinatura por aqui é o terceiro mais barato. O levantamento considerou tanto o valor absoluto quanto o custo-benefício.


Em dólares, o plano mais básico do streaming sai a US$ 5,36 mensais no Brasil, ficando atrás apenas da Turquia (US$ 3,27) e da Argentina (US$ 4,72).


Para avaliar o custo-benefício, foi realizada uma relação entre preço e total de títulos disponíveis. 

Nesse quesito, o Brasil também ocupou o terceiro lugar. Com um catálogo de mais de 3,9 mil filmes, séries e demais programas, o custo fica em US$ 0,0014 por entrada.

Na relação custo-benefício, o Brasil perde apenas para o Japão (5,9 mil opções; US$ 0,0010 cada) e para o Canadá (5,4 mil títulos; US$ 0,0013 cada).


VIU ISSO?


A assinatura mais cara globalmente é na Dinamarca, cujo preço do plano mais básico é de US$ 12,37.

Já a Noruega – outro país nórdico – ficou na última posição em custo-benefício, com 3,3 mil opções por US$ 0,0033 cada.

Provavelmente, o preço mais acessível é um dos fatores que fizeram a Netflix se tornar a maior TV por assinatura no Brasil

Com 10 milhões de assinantes, a plataforma passa a NET e a SKY em número de clientes. 

Acompanhar esta matéria
Notificação de
6 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários