quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Planos da Netflix no Brasil estão entre os mais baratos

O que você achou? 
Estudo comparou o custo-benefício e os preços praticados pelo streaming nos países onde atua.


A Netflix é mais acessível financeiramente no Brasil do que em outros países. Segundo um estudo da consultoria Comparitech, o preço da assinatura por aqui é o terceiro mais barato. O levantamento considerou tanto o valor absoluto quanto o custo-benefício.

Em dólares, o plano mais básico do streaming sai a US$ 5,36 mensais no Brasil, ficando atrás apenas da Turquia (US$ 3,27) e da Argentina (US$ 4,72).

Para avaliar o custo-benefício, foi realizada uma relação entre preço e total de títulos disponíveis. 

Nesse quesito, o Brasil também ocupou o terceiro lugar. Com um catálogo de mais de 3,9 mil filmes, séries e demais programas, o custo fica em US$ 0,0014 por entrada.

Na relação custo-benefício, o Brasil perde apenas para o Japão (5,9 mil opções; US$ 0,0010 cada) e para o Canadá (5,4 mil títulos; US$ 0,0013 cada).

VIU ISSO?


A assinatura mais cara globalmente é na Dinamarca, cujo preço do plano mais básico é de US$ 12,37.

Já a Noruega – outro país nórdico – ficou na última posição em custo-benefício, com 3,3 mil opções por US$ 0,0033 cada.

Provavelmente, o preço mais acessível é um dos fatores que fizeram a Netflix se tornar a maior TV por assinatura no Brasil

Com 10 milhões de assinantes, a plataforma passa a NET e a SKY em número de clientes. 



6 comentários:

  1. Estudo desconsidera a cotação do dólar - faz apenas a cotação direta, sem considerar a paridade no poder de compra.
    O plano mais barato custa 2% do salário mínimo brasileiro, cerca de 1,2% se considerarmos a média salarial no Brasil.
    Já nos EUA, só pra ficar nesse país, o plano mais barato custa cerca de 8 dólares, representando 0,005% do salário mínimo médio de lá e com um acervo muito maior, claro.
    2% do salário mínimo brasileiro não parece muita coisa. Mas considerando a qualidade de vida da maioria dos brasileiros, estamos falando de uma parcela muito pequena da população que pode ter acesso a esse tipo de serviço, considerando ainda q pagará ao menos um plano de 5 a 10mbps de Internet pra conseguir usar o serviço com qualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa pesquisa não quer dizer nada. Uma grande perda de tempo.

      Excluir
    2. Burro é vc que gasta em reais e acredita em uma pesquisa baseada em dólar.

      Excluir
    3. Sem contar a internet de alta velocidade, que mesmo em cidades grandes como SP ainda e uma vergonha, bairros mais pobres dificilmente tem uma velocidade decente, ainda vive com 2MB, absurdo.

      Excluir
  2. Relativo,se vc for pensar que amaiorias das produçoes sao pagas em dolar,sim esta barato,mais em relaçao ao salariominimo nacional ai ate concordo que nao seja tao barato assim,vejo muitas pessoas reclamando do preço da netflix,mais ninguem reclama do preço astronomico do cinema,nossa tem anos que não vou ao cinema devido aos preços estratofericos.

    ResponderExcluir