terça-feira, 27 de novembro de 2018

Black Friday: compras por smartphone crescem 6,5% em 2018

O que você achou? 
Desktops ainda dominam, porém as pessoas estão cada vez mais utilizando o smartphone para fazer compras.



De acordo com dados da Awin, empresa global de marketing de afiliação, os desktops ainda dominam como dispositivo mais utilizado para a realização de compras na Black Friday, responsáveis por 79,95% das compras realizadas na edição deste ano do evento, porém os smartphones vem crescendo. Na edição deste ano esse foi o gagdet utilizado para 23% das vendas - crescimento de 6,5%.

Evidenciando uma tendência de preços melhores e também de descontos mais agressivos, esta edição da Black Friday registrou um tíquete médio de R$ 609,84, ainda de acordo com dados da Awin. Os dados corroboram a estimativa da pesquisa da Ebit|Nielsen, que aponta tíquete médio de R$ 641.




Segundo o relatório, cupons de desconto e programas de recompensa por cashback foram as ferramentas de marketing digital mais utilizadas pelos varejistas, na sexta-feira. Juntos, eles estiveram presentes em 51% das vendas realizadas.

VIU ISSO?



Panorama geral sobre a Black Friday 2018

Segundo levantamento da Ebit|Nielsen a edição 2018 da Black Friday no Brasil superou a expectativa inicial. A previsão era que em relação a edição do ano passado o crescimento registrado fosse de 15%, mas a alta registrada foi de 23%. O faturamento foi de R$ 2,43 bilhões. 

Dados do Reclame Aqui mostram que smartphones e celulares (11,6%) foram os produtos com mais reclamações nesta edição da Black Friday. Seguido por TV (5,3%), passagem aérea (4,7%), tênis (3,6%) e cartão de crédito (2,9%).

Entre os setores, de acordo com dados do índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), Turismo e Transportes foi o grande destaque. Crescimento de 40% em relação ao ano anterior. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.