quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Serviços de informação e comunicação recuam pela sexta vez no ano

O que você achou? 
Segmento teve uma queda de 0,6% no mês de agosto em relação ao mês de julho.

Os serviços de informação e comunicação caíram pela segunda vez consecutiva. O recuo foi de 0,6% no mês de agosto em relação ao mês de julho. Essa já é a sexta queda no setor no ano. 

Em relação a agosto de 2017, a queda foi de 1,1%, segundo os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na última terça-feira (16).

No acumulado do ano, a variação sofreu uma queda de 1,7% levando-se em conta os últimos 12 meses.

O pior desempenho em agosto foi no segmento de audiovisual, com uma perda de 1,7% em agosto. Na comparação anual, a queda foi quase o dobro, caindo 3,8%. 

Os serviços de TI caíram 0,7% em agosto. Mas a boa notícia é que na comparação anual, o saldo é positivo, com um crescimento de 0,2%.

Nos serviços de telecomunicações, o recuo foi de 0,3% em agosto e de 1,2% na comparação anual.
Os serviços de TIC também sofreram com a queda tanto mensal (0,2% em agosto) quanto anual (0,7%).

A queda mensal nos serviços de informação e comunicação pode ter ocorrido pela redução na receita de consultoria em tecnologia da informação, telecomunicações, operadoras de TV por assinatura e desenvolvimento e licenciamento de programas de computar customizáveis.

Crescimento


Apesar de vários segmentos em queda, alguns apresentaram crescimento. Entre eles, o setor de serviços, que cresceu 1,2% em agosto em comparação ao mês anterior. 

Em relação ao mesmo período do ano passado, o setor teve crescimento de 1,6%, terceira taxa positiva do ano nesse tipo de comparação.

O acumulado do ano ficou em -0,5%, a queda menos intensa desde dezembro de 2014 (2,5%). 

O acumulado dos 12 meses, ao passar de -1% em julho para -0,6% em agosto de 2018, manteve a trajetória predominantemente ascendente desde abril de 2017 (5,1%) e marcou a taxa negativa menos intensa desde junho de 2015 (-0,2%), disse o IBGE.



Nenhum comentário:

Postar um comentário