quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Vivo fecha parceria com o Tribunal de Justiça do Rio

O que você achou? 
Em busca de economia e mais agilidade para tratar ações judiciais, TJRJ agora terá acesso ao banco de dados da operadora.

A Vivo assinou, nesta quarta-feira (26), um contrato de parceria com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ). Diante disso, o Poder Judiciário fluminense terá acesso a um sistema da operadora com todas as informações de seus clientes que também sejam ou autor ou réu de algum caso.

A ideia é que a justiça possa economizar tempo e dinheiro para buscar endereços, quando a localização do indivíduo seja desconhecida, assim como agilizar os processos relacionadas à operadora.


Nos casos de ação contra a Vivo, seja por cancelamento de linha telefônica, pela quebra de sigilo ou alguma outra situação de lesão ao consumidor, a Vivo terá acesso às informações diretamente em sua plataforma. Isso evitaria a longa espera para ter uma reclamação e até ação judicial analisada.

“Atualmente, temos que pagar aos Correios para que um ofício de intimação chegue à operadora, o que também traz demora ao processo judicial”, explica o diretor da Diretoria-Geral de Apoio aos Órgãos Jurisdicionais (DGJUR) do TJRJ, Carlos Gralato. “Conseguiremos reduzir este tipo de gasto, além de trazer mais rapidez processual”, completa.

LEIA TAMBÉM:

Para o vice-presidente jurídico da Vivo, Breno Rodrigo Pacheco de Oliveira, o convênio entre a empresa e a Justiça deve atender aos preceitos de “celeridade processual” estabelecidos por lei, que significa a agilidade e rapidez nesse tipo de atendimento.

“O convênio entre a Telefônica e o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro permitirá maior agilidade no atendimento às necessidades de informações do Poder Judiciário, bem como a otimização de recursos, pela Telefônica”, afirmou Oliveira.

De acordo com o TJRJ, apenas magistrados e servidores selecionados anteriormente ao contrato poderão ter acesso ao sistema.

Além da Vivo, outras empresas com quem o Tribunal do Rio já firmou parceria incluem a Ceg, a Light e o Banco do Brasil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário