quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Oi pretende ofertar até US$ 971,1 milhões em ações ordinárias

O que você achou? 
Operadora protocolou o pedido no órgão regulador de mercados dos Estados Unidos.

A Oi protocolou um pedido junto à Securities and Exchange Commission (SEC), órgão regulador dos mercados nos Estados Unidos, para promover o aumento de capital da companhia também nos Estados Unidos.

A operadora pretende ofertar até US$ 971,1 milhões em ações ordinárias, como previsto em seu plano de recuperação judicial. A informação foi dada pela Oi por meio de comunicado ao mercado na última terça-feira (04).

Inicialmente, as ações serão oferecidas apenas para os atuais acionistas da Oi, incluindo os detentores de American Depositary Shares.

No entanto, a operadora ainda não definiu o número de ações ordinárias que serão ofertadas, seu preço de emissão e nem o número de ações que cada acionista poderá subscrever. 

Segundo a empresa, tais informações serão divulgadas oportunamente no Brasil, por meio de um Aviso aos Acionistas.

LEIA TAMBÉM:


A oferta de direitos proposta será realizada somente por meio de prospecto

A operadora disse que a cópia desse prospecto poderá ser obtida junto ao departamento de relações com investidores da Oi assim que ele estiver finalizado.

Ainda de acordo com o comunicado, a Oi pretende listar os direitos de subscrição das ADSs representativas de ações ordinárias na Bolsa de Valores de Nova York

Caso o pedido seja aceito pela SEC e pela NYSE, as ações ordinárias da Oi serão negociadas sob o ticker OIBR-C

Conforme o plano de recuperação judicial, a companhia tem até fevereiro para ampliar em R$ 4 bilhões o capital social, com a emissão de novas ações e entrada de dinheiro novo no grupo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário