InícioNotíciasVeek, operadora móvel virtual, já cobre 85% dos DDDs brasileiros

Veek, operadora móvel virtual, já cobre 85% dos DDDs brasileiros

Últimos DDDs expandidos foram o 27, 28, 55, 68, 69 e 94.

A operadora móvel virtual Veek acaba de atualizar, em seu aplicativo (pela Play Store e App Store), as informações que mostram suas mais recentes novidades. Entre elas, a chegada em seis novos DDDs: 27, 28, 55, 68, 69 e, o último lançado, 94, no Pará.

Com isso, a Veek passa a cobrir 85% dos DDDs brasileiros desde seu lançamento no ano passado. Clientes de 57 DDDs, hoje, já podem solicitar um chip grátis da operadora para testar suas tarifas e cobertura.










São eles: 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 21, 22, 24, 27, 28, 31, 32, 33, 34, 35, 37, 38, 41, 42, 43, 44, 45, 46, 47, 48, 49, 51, 53, 54, 55, 61, 62, 64, 67, 68, 69, 71, 73, 74, 75, 77, 79, 81, 84, 86, 87, 89, 91, 93, 94, 96, 98 e 99.

Mais uma novidade é que agora, pelo aplicativo da Veek, o cliente consegue acompanhar o pedido do chip do momento da solicitação até a entrega. Isso evita com que o cliente fique na dúvida sobre a entrega de seu chip e questione a operadora a todo o momento.
Apesar de não ter agradado todos os consumidores quando lançou suas tarifas, a Veek ainda consegue conquistar algumas pessoas, dependendo do uso que fazem do celular. Neste ano, a tarifa de R$ 0,20 pelo minuto de ligação (para qualquer operadora, sem custo adicional de roaming) foi cortada pela metade, para R$ 0,10.
Cada 10MB utilizado continua custando 20 centavos. O que significa que, para cada 100 minutos, o cliente gasta R$ 10, e para cada 1GB, o cliente gasta R$ 20.
A conta fica mais barata se considerar as ofertas que dobram a recarga do cliente, como as de R$ 40 (que vão para 80 Veekcoins), R$ 60 (120 Veekcoins) e R$ 100 (200 Veekcoins). Ao carregar R$ 40, nesse caso, é possível alcançar 4GB, e não apenas 2GB.
Um dos benefícios da Veek, em comparação com as operadoras convencionais, é que ela costuma ouvir o que os usuários pedem, e adequa as ofertas constantemente de acordo com o relacionamento que tem com o cliente.
Primeiro foi a inclusão do envio de mensagens pelo WhatsApp de forma gratuita, depois a entrega do chip sem custo na casa do cliente, passando para o corte de preço na tarifa e, no começo desta semana, as mudanças relacionadas às opções de recarga pelo aplicativo.
A operadora acaba de aumentar a validade da recarga de R$ 20 (de 20 dias para 30 dias), diminuir para R$ 20 a primeira recarga disponível no aplicativo (antes era necessário carregar R$ 30) e aumentar a quantidade de crédito recebida quando o cliente coloca R$ 30 (transformados agora em 40 Veekcoins). Todas essas eram solicitações feitas constantemente pelos canais digitais de atendimento.
O cliente que está em um DDD onde a Veek ainda não opera também pode se cadastrar no aplicativo. Assim que o DDD for liberado, a operadora promete enviar um alerta ao usuário.

14 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
14 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários