Conexão por fibra óptica cresceu 82% entre janeiro e julho

Expansão da rede foi movida, principalmente, por provedores de pequeno porte.


Oito em cada dez novos acessos são feitos por conexões via fibra óptica. É o que aponta dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), divulgados na última quarta-feira (29).


Em julho, o Brasil contava com 30,5 milhões de conexões ativas, o que significa uma adição líquida de 1,65 milhão de novos assinantes desde janeiro.


O levantamento da Anatel constatou que, dessas adições, a maioria é de conexão por fibra óptica, que somaram 1,36 milhão de acessos, um crescimento de 82% das redes.

Ao todo, o país conta com 4,4 milhões de conexões em fibra óptica, o que representa 14,4% do total de 30,5 milhões. 

A maior parte do acesso fixo à internet no Brasil é por meio da rede de cobre (xDSL), com 41,8% das conexões. 

A internet por cabo perdeu mercado e detém atualmente 30,3% dos acessos. A conexão menos comum é a via rádio de alta capacidade que está presente em 7,6% das residências com acesso.

A expansão da fibra óptica aconteceu principalmente por meio dos provedores de pequeno porte de internet. 


LEIA TAMBÉM:


Esse grupo de empresas com menos de 50 mil clientes detém 5,63 milhões de acessos, o que representa 18,4% das conexões ativas do país. 

Os pequenos provedores são os que mais crescem e foram responsáveis por 73% de todo o crescimento do mercado neste ano. 

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (30) em Porto Alegre para discutir o Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações (Pert) foi abordada a participação dos provedores de pequeno porte para auxiliar na ampliação da cobertura de banda larga.

O Governo tem tomado medidas para melhorar a competitividade desses provedores. 

No Nordeste, por exemplo, um convênio foi celebrado entre Pernambuco, Piauí e Ceará e o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) permitindo a esses estados reduzirem a base de cálculo do ICMS para provedores regionais.

Entre as grandes operadoras, a NET Virtua/Embratel foi a que mais se destacou no mês de julho, aumentado sua base de clientes ao fechar 26.137 novos contratos de banda larga.

A Oi foi a única operadora a perder clientes de banda larga no mês de julho. No total, 12.819 pessoas resolveram deixar o serviço Oi Velox, cuja queda foi de 0,21% no mês.

COMPARTILHAR:

Acompanhar esta matéria
Notificação de
8 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários