quarta-feira, 13 de junho de 2018

TIM lança aposentadoria antecipada para evitar cortes na Itália

O que você achou? 
Acordo que evitará 4,5 mil demissões de funcionários foi feito em conjunto com sindicatos.

A TIM fechou um acordo com sindicatos, nesta terça-feira (12), para evitar a demissão de pelo menos 4,5 mil funcionários da companhia na Itália.

Conforme noticiou a ANSA Brasil, a operadora preferiu optar, ao invés do corte, por um plano que protege os trabalhadores ao aposentá-los mais cedo.


Pelo menos mil funcionários, ainda em 2018, estarão inseridos no programa de aposentadoria antecipada negociado pela TIM com as entidades sindicais. Eles vão receber um valor provisório até completar a idade mínima de 65 anos. Outros 4 mil funcionários devem ser aposentados entre 2019 e 2020.

Ainda há mais uma medida estabelecida para 30 mil funcionários, que vão reduzir a carga horária em até 10%.

LEIA TAMBÉM:

Ainda neste ano, as duas partes se comprometeram em negociar novas contratações. Todas as negociações foram acompanhadas pelo ministro do trabalho da Itália, Luigi Di Maio.

Para Amos Genish, o CEO da Telecom Italia, o acordo mostra um momento positivo de diálogo entre a TIM e os sindicatos.

Os custos e as receitas negativas da empresa italiana têm influenciado em partes o Brasil. Desde maio, a TIM está tendo que seguir um novo Contrato de Licenciamento de Uso de Marca exigido pela Telecom Italia. O valor de 0,5% da receita líquida total da TIM tem que ser pago à controladora a partir deste ano, para que possa continuar operando com o mesmo nome.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.