quinta-feira, 14 de junho de 2018

Números de telefone 'amaldiçoados': você ligaria para algum deles?

O que você achou? 
Conheça algumas lendas espalhadas pelo mundo sobre mensagens, sons estranhos e até mortes do outro lado da linha.

E se te dissessem que um número de telefone é amaldiçoado? Que você pode até morrer se ligar ou atender a ligação? Você acreditaria? Teria coragem de ligar para algum deles?

O canal de YouTube de curiosidades “Você Sabia” fez um vídeo falando sobre o assunto. Foram listados sete números de telefone ditos como “amaldiçoados” ao redor do mundo. Leia abaixo a história envolvendo cada um deles ou, se preferir, assista ao vídeo no fim da matéria:


1 666 666 6666


A história referente a este número conta que, após receber e recusar a ligação do 1 666 666 6666, uma mulher começou a receber a mesma mensagem de texto de vários números. A mensagem dizia “SATAN” (referência à Satanás, personagem bíblico inimigo de Deus) e teria sido enviada 48 vezes por números totalmente diferentes. 

Outras pessoas teriam recebido a mesma ligação, mas sem conseguir falar com alguém do outro lado da linha e muito menos retornar, já que se tratava de um número “que não existia”.

0888 888 888


O 0888 888 888 teria sido um número amaldiçoado na Bulgária, matando todas as pessoas que foram donas dele, de dois em dois anos. A causa da primeira morte teria sido um câncer de cérebro, mas relacionada à uma radiação, enquanto o segundo e terceiro donos teriam sido mortos a tiros.

A curiosidade é que a operadora responsável pelo número, Mobitel, decidiu bloqueá-lo logo após os acontecimentos que chocaram a população. O motivo? Evitar uma futura morte, talvez. Ou até mesmo as próprias polêmicas.

999 999 999


O 999 999 999 seria amaldiçoado na Tailândia. Bastaria ligar para o número e fazer um pedido para que ele se realizasse. O preço do desejo, no entanto, seria a vida, como acontece em vários filmes de terror. Você ligaria, o pedido se realizaria e, pouco tempo depois, morreria.

090 444 444 44


Conhecido como “número de Sadako”, o 090 444 444 44 é dito como amaldiçoado no Japão. A história é que quem ligava para esse número escutava sons estranhos e assustadores e, após uma semana, morriam. Um filme de terror japonês até teria usado o número na trama, o que não impede que alguém realmente tenha usado os dígitos para pregar alguma peça depois.

Mais uma curiosidade é que o número 4 é naturalmente temido pelos japoneses, já que tem pronúncia parecida com a palavra “morte”. Existe até mesmo uma definição de fobia pelo número 4, que é a chamada “Tetrafobia”. A superstição também é comum em outros países da Ásia Oriental, como China, Coreia e Taiwan.

LEIA TAMBÉM:

10 000 000


Ligar para o número 10 milhões (10000000)? Conta a lenda que, ao fazer isto, você escutará uma voz dizendo que deve ligar para 15 pessoas e fazer com que elas liguem para este mesmo número.

Ao completar essa “corrente”, que teve início na Ásia, mas chegou a se espalhar para outros países, diziam que seria possível falar com um ente querido que já morreu.

000 111 222


O que para alguns era apenas um teste de uma companhia telefônica, para outros pode ser uma maldição. No Reino Unido, contam que, dentro de cabines telefônicas de rua, na década de 70, havia um número que, ao ser discado junto com outro, faria a ligação sair gratuitamente.

Só que a pessoa poderia ouvir, logo em seguida, uma voz de uma mulher gritando “me ajude” e “Susie está morrendo” ou “se afogando”. Se esse era um teste de sinal, não pegou nada bem.

630 296 7536


Número de atendimento das indústrias Boothworld, o 630 296 7536 relembra uma das lendas mais assustadoras. Ao receber a ligação do número, um homem dizia que ligaria em breve. Dito e feito: a pessoa recebia outra chamada de um número privado, sendo que uma voz pedia para você dizer um nome.

Que nome você daria? O seu, o de algum conhecido? Nessa história, contam que o ‘atendente’ também pedia uma data para marcar, como um agendamento. Depois de encerrada a primeira chamada, a pessoa recebia uma nova ligação, mas na data e hora marcadas. Acontece que, ao invés de ouvir o homem, a lenda conta que você ouviria a voz da pessoa que você disse o nome sendo torturada.

Vale lembrar que essas são apenas histórias contadas nos países em questão. Aliás, nada muito específico para o Brasil. Mas a verdade é que, dificilmente, alguém gostaria de fazer o teste. 

Veja o vídeo completo dos youtubers Lukas Marques e Dani Molo:





Um comentário:

  1. Legal vou na Vivo pedir um chip controle com número 999 999 999 um número amaldiçoado kk

    ResponderExcluir