Operadoras pedem prioridade no abastecimento de veículos

O SindiTelebrasil realizou um pedido formal à Anatel para que o abastecimento de carros de manutenção seja priorizado.


As operadoras de telecomunicações
querem prioridade no abastecimento de veículos de manutenção. O pedido foi
realizado formalmente à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) pelo
SindiTelebrasil, sindicato que reúne as prestadoras de serviços do setor.


As operadoras querem proteger a
operação de infraestrutura crítica de telecomunicações, já que algumas empresas
chegaram a emitir comunicados informando que alguns serviços estão comprometidos
em decorrência da greve dos caminhoneiros.



O sindicato ainda solicitou a
escolta de caminhões-tanque até os reservatórios de abastecimento dos geradores
usados nas centrais de telecomunicações, que são acionados em caso de falta de
energia comercial, conforme informações do jornal Folha de S. Paulo.


As prestadoras informaram que
estão com seus estoques de combustível praticamente zerados, em razão da
paralisação dos caminhoneiros, e que, se não forem tomadas medidas emergenciais,
os serviços de manutenção e reparo não poderão ser realizados.



LEIA TAMBÉM:




O comprometimento desses serviços
prejudica não apenas o consumidor individual, mas também órgãos com atividades
essenciais como hospitais, bombeiros e segurança pública.


Caso ocorra alguma eventual falha
nos serviços de telefone, SMS e internet desses setores, não haverá
possibilidade de correção, já que as equipes de manutenção e atendimento
residencial estão impossibilitadas de se deslocar.


O SindiTelebrasil alertou
principalmente para a dificuldade de atendimento de falhas massivas, que,
quando ocorrem, atingem milhares ou até milhões de pessoas, interrompendo
diversos serviços de telecomunicações.



Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*