InícioNotíciasVeja qual operadora teve a maior receita em 2017

Veja qual operadora teve a maior receita em 2017

Levantamento mostra ainda quais empresas lideraram o mercado de Telecom em cada um dos segmentos.


Um levantamento sobre o desempenho em telecom das seis maiores operadoras do país foi divulgado na última semana pela Teleco. Dos oito indicadores analisados, Vivo e Claro lideram em três e a TIM em dois, apresentando um equilíbrio entre essas empresas. 




Os oito indicadores usados pelo portal foram: receita; crescimento de receita; móvel; fixo; acessos banda larga fixa; acessos TV por Assinatura; telefone fixo; e rentabilidade.



Receita


A Vivo liderou o ranking no indicador de receita líquida, com faturamento de R$ 43,2 bilhões em 2017. A Claro conquistou o segundo lugar, com R$ 35,5 bilhões. 

A Vivo é a líder em receita no móvel (R$ 26,5 bilhões) e a Claro em serviços fixos (R$ 23,8 bilhões).

A lanterna ficou com a Nextel que faturou no ano passado R$ 2,8 bilhões. 



Crescimento de Receita


A TIM liderou em crescimento de receita líquida (3,9%). Nesse quesito, três operadoras tiveram o desempenho negativo: Claro (-1,4%), Oi (-6,4%) e Nextel (-19,0%).



Móvel


Para analisar o indicador móvel, levou-se em consideração o market share – que é o grau de participação de uma empresa no mercado em termos das vendas de um determinado produto – e a receita de celular

A Vivo liderou em adições líquidas em 2017 e ganhou market share neste período, atingindo 31,7% no quesito. A operadora se manteve na liderança nos últimos quatro anos. 

A TIM (24,8%) perdeu sua segunda colocação em 2016 para a Claro (25,0%) em 2017.


Em se tratando de receita no móvel, a Vivo também sai na frente, com faturamento de R$ 26,5 bilhões.

Fixo


Para analisar o indicador fixo, levou-se em consideração o market share e a receita em serviços fixos. A Claro ganhou a liderança nesse ranking com um total de 28,8 milhões de acessos em 2017. Em média, o desempenho das operadoras se manteve estável.


No entanto, apesar da Claro manter a liderança em receita líquida de serviços fixos com R$ 23,8 bilhões, teve crescimento negativo de -1,9% em 2017. As demais operadoras também viram suas receitas reduzirem no segmento.


Acessos Banda Larga Fixa


A Claro manteve a liderança em market share de banda larga fixa em 2017 com 8,9 milhões de acessos. O destaque ficou, no entanto, com as operadoras menores (competitivas), que ganharam market share no ano.


Acessos TV por Assinatura


A Claro, com a marca NET, continuou na liderança da TV por Assinatura em 2017 com 9,1 milhões de assinantes e 50,7% de market share. Atrás está a Sky, com 29,8% de market share.



Telefone Fixo


A Vivo manteve a liderança em market share de telefonia fixa com 14,1 milhões de telefones fixos em 2017 e a Oi (13,5 milhões) continua perdendo mercado. A Claro se manteve estável com 26,7% de market share.


Rentabilidade


A rentabilidade das empresas foi analisada com base na margem EBITDA, que significa  lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização.  

O EBITDA é uma métrica usada na avaliação da produtividade operacional de uma empresa e para comparar se as empresas foram eficientes ou não dentro de um determinado segmento. 

A TIM, que disputa com a Vivo a liderança em margem EBITDA, manteve-se à frente com 36,6% em 2017, seguida pela Vivo (33,5%). Todas as quatro operadoras apresentaram crescimento em sua margem EBITDA em 2017.

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários