sexta-feira, 23 de março de 2018

Prédios da Vivo ficarão no escuro neste sábado, 24

O que você achou? 
A ação visa à conscientização da população sobre a importância de ações que reduzam o aquecimento global e faz parte do movimento A Hora do Planeta.


Os principais edifícios administrativos da Telefônica/Vivo irão ficar às escuras neste sábado (24). A ação faz parte de mais uma edição da Hora do Planeta, movimento mundial contra o aquecimento global, promovido pela organização ambientalista WWF-Brasil.

As luzes dos prédios da empresa ficarão apagadas durante 60 minutos, das 20h20 às 21h30, numa tentativa de conscientizar as pessoas sobre as mudanças climáticas globais. 

A companhia busca incentivar, por meio de campanhas e alertas no celular, que seus funcionários e clientes também participem da mobilização.

A Telefônica ressaltou que busca se envolver em iniciativas globais que apresentem propostas de soluções para os dilemas sociais e ambientais da humanidade. 

A iniciativa está alinhada com as práticas de sustentabilidade do Grupo Telefônica, que apoia o evento desde 2008 em todos os países em que atua. 

A empresa contribui com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs), proposta da Organização das Nações Unidas (ONU) para orientar e engajar organizações de todo o mundo. 

“Em nosso modelo de negócios, refletimos sobre como atuar diretamente para impulsionar o alcance das metas dos ODSs. Uma de nossas metas é a diminuição absoluta de pelo menos 5% de nossas emissões antes de 2020 e de 100% em 2030”, enfatizou a companhia.

A Hora do Planeta

O evento A Hora do Planeta envolve governos, empresas e grande parte da população que realmente se preocupa com o meio ambiente. 

A campanha acontece desde 2007, quando a WWF-Austrália inspirou os moradores de Sydney a mostrarem seu apoio ao combate às mudanças climáticas. Na época, mais de 2,2 milhões de pessoas e 2.000 empresas apagaram suas luzes por uma hora no primeiro evento Hora do Planeta.

Em 2017, apenas no Brasil, foram 145 cidades e mais de 600 monumentos participantes, com o envolvimento de 250 mil pessoas.

Neste ano, dezenas de municípios brasileiros e quase 300 monumentos já confirmaram participação na ação. 

Entre as confirmações estão: São Paulo, que terá o desligamento da Fonte Multimídia, no Parque Ibirapuera; Rio de Janeiro, com o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar e Bondinho; e Brasília, com o prédio da Câmara dos Deputados.

Aqui, você confere o Guia para Começar na Hora do Planeta, com dicas do que fazer na fase prévia ao evento e durante os 60 minutos principais. 

Nas redes sociais, as empresas estão falando sobre o assunto com a hashtag #ConectadoNoPlaneta.



3 comentários:

  1. "Às escuras " vai ficar a vivo , se não melhorar os planos . Quando sair do escuro , já perdeu um monte de cliente .

    ResponderExcluir
  2. Quero saber quando irão lançar planos decentes.

    ResponderExcluir