sexta-feira, 30 de março de 2018

Cinco operadoras estão entre as dez mais reclamadas no Procon

O que você achou? 
O número de queixas contra operadoras cresceu em 2017 quando comparado aos dados de 2016.


Cinco empresas de telecomunicações ficaram entre os dez primeiros lugares do ranking de reclamações do Procon de São Paulo, divulgado na última quinta-feira (29), com dados de 2017. São elas Vivo, Claro, TIM, Oi e Nextel. 

A Vivo ocupou o segundo lugar do ranking com 4.081 notificações, caindo uma posição em relação ao ano de 2016, quando ficou em primeiro lugar. No entanto, a empresa piorou o índice de solução, que saiu de 67% para 56%. 

Conforme o relatório do Procon, a reclamação mais comum em relação a Telefônica Vivo foi a oferta de internet onde o sinal não chega com a velocidade prometida.

O terceiro lugar foi ocupado pelo Grupo Claro (Claro, Embratel e Net) com 3.008 reclamações. A empresa também caiu uma posição em relação à 2016, mas piorou a solução de demandas de 74% para 70%.

Muitas reclamações referentes a Claro estão relacionadas à dificuldade de cancelamento de serviço, ao não retorno de ligações perdidas no call center e a promessas de descontos feitas a usuários insatisfeitos que não forma cumpridas. 

Na quarta colocação do ranking do Procon está a TIM, que recebeu 1.759 queixas e teve um índice de solução de 72,43%.  

Na operadora houve maior frequência de reclamações feitas de cobrança por serviços não contratados de proteção online a usuários Live TIM.

LEIA TAMBÉM: 


O nono lugar foi ocupado pela a Oi, com 905 demandas e índice de solução de 64,86%. Os usuários acusam a operadora de usar a recuperação judicial para não responder às queixas, na maioria dirigidas à qualidade e descumprimento de ofertas. 

E por último, em décimo lugar, temos a Nextel com 359 reclamações. A operadora despontou de forma negativa no ranking, subindo nove posições em relação a 2016. 

Seu índice de solução foi de 53%. A maior parte das reclamações sobre a Nextel foi por cobrança indevida

O líder do ranking de 2017 foi o Grupo Pão de Açúcar (Casas Bahia, Extra e Ponto Frio), que superou a Vivo, primeira colocada no ano de 2016.

Smartphones

As fabricantes de smartphones também entraram no ranking de reclamações do Procon de São Paulo. A Lenovo (dona da Motorola) ocupou a 12ª posição ao receber 333 notificações por parte dos consumidores.

Na sequência, temos a Samsung com 318 queixas em 2017. As duas fabricantes tiveram índice de solução acima de 60%. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário