Dívidas da Sercomtel acendem luz vermelha na Anatel

Operadora de telecomunicações Sercomtel fechou 2016 com mais de R$ 20 milhões de prejuízo.

Parece que a Oi não está sozinha no ramo das operadoras de telefonia que estão com lama até o pescoço. A bola da vez é a Sercomtel, operadora paranaense que já vinha tendo prejuízo nos últimos anos. A situação se agravou bastante no ano passado, e o resultado financeiro e operacional da companhia referente ao primeiro trimestre desse ano ainda nem foi divulgado.
A Sercomtel terminou 2016 com um prejuízo líquido de R$ 20,59 milhões, para receitas líquidas de R$ 162 milhões. Depois de deduzidos os custos de vendas e as despesas operacionais, o seu resultado final foi a tragédia de R$ 18,8 milhões negativos.
Fundada em 1965 e localizada na cidade de Londrina, a Sercomtel teve um bom desempenho financeiro mesmo depois da privatização da Telebrás, chegando até mesmo a operar na área de TV por assinatura e telefonia móvel. Ambos foram perdidos com o passar dos anos e seus direitos vendidos para outras empresas.
A dívida da Sercomtel passou a ser alvo da Anatel, uma vez que a empresa acumula números preocupantes em matéria de dívidas, fechando o ano com débitos pendentes de pagamento acumulados em R$ 175 milhões, o que pode significar uma situação bastante delicada para a empresa permanecer ativa.
LEIA TAMBÉM:


About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários