InícioNotíciasMúsica de Meghan Trainor vira paródia em nova campanha da Vivo

Música de Meghan Trainor vira paródia em nova campanha da Vivo

Operadora solta uma nova paródia praticamente todo semestre para a sua campanha #PegaBem. Assista ao mais novo vídeo.

Mais uma música virou paródia “nas mãos” da Vivo para a campanha publicitária “#pegabem” da operadora de telecomunicações. All About That Bass, música de sucesso da cantora norte-americana Meghan Trainor, teve a sua letra reformulada. Ficou assim:


“Criar um mundo novo, pega bem, pega bem, eu crio
Fazer acontecer, pega bem, eu faço
A vida digtal, pega bem, eu vivo
Porque o futuro sempre vem.

Sonhar bem acordado pega bem, pega bem, eu sonho
Crescer e aprender, pega bem, eu cresço
Mudar o que é igual, pega bem, eu mudo
Porque o futuro sempre vem.

[4G, aplicativos, a gente faz sempre o novo pra você fazer acontecer. Fazer acontecer, pega bem!]

Curtir mais a cidade, pega bem, pega bem, eu curto
Viver a novidade, pega bem, eu vivo
Fazer acontecer, pega bem, eu faço
Porque o futuro sempre vem.”

Assista ao filme de 1 minuto:
 


Essa não é a primeira música que é reformulada pela Vivo para seus comerciais. A equipe de marketing da operadora parece que é mestre em paródias musicais. Antes da música da Meghan, o hit Thrift Shop, dos artistas Macklemore e Ryan Lewis ganhou uma reformulação em março deste ano.
Em outubro de 2014, um clássico dos anos 80 foi repaginado e voltou à tona: Da da da, da banda alemã TRIO.

Parece que foi hoje, mas tudo começou há quase dois anos, em dezembro de 2013. Para assinar o mote “Pegabem”, a Telefônica Vivo lançou uma nova versão da música That’s not my name do dueto britânico The Ting Tings, e agora – pelo visto a cada semestre – uma novidade é apresentada.

Leia também:

Redação Minha Operadorahttps://plus.google.com/112581444411250449571
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários