TIM é notificada por divulgação de WhatsApp gratuito

COMPARTILHAR:

Depois de incompatibilidade com o Marco Civil da Internet, nova oferta da TIM gera dúvida na Justiça.


Em novembro de 2014 a TIM anunciou ao público que havia firmado um acordo com o aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp com o objetivo de não descontar da franquia de dados de determinados planos o envio de mensagens através do comunicador.

De lá pra cá a operadora vem aumentando as novidades, liberando o benefício pra mais gente e dedicando cada vez mais espaço na mídia para divulgar os benefícios da parceria. Ontem (28), por exemplo, a TIM lançou uma série de esquetes bem humoradas para viralizar o WhatsApp gratuito, que só ela oferece.

Mas a oferta e anúncios dela não agradaram a todo mundo. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ), notificou a TIM pedindo explicações sobre o benefício ofertado de “WhatsApp Ilimitado”. Eles querem ter a certeza de que realmente o serviço é ilimitado, e se tudo o que é prometido nas propagandas está sendo cumprido. Caso seja descoberta enganosidade nas peças publicitárias, a empresa pode pagar uma multa equivalente a R$ 7 milhões de reais.

A TIM tem 10 dias para prestar os esclarecimentos necessários, mas já adiantou que tudo está dentro dos parâmetros anunciados.

Em uma das campanhas de divulgação do WhatsApp ilimitado, a operadora promete acesso ao WhatsApp sem descontar da franquia de internet pelo menos até 20 de junho de 2015.

                         Comunicador WhatsApp pode ser suspenso no Brasil
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários