Vivendi pode suspender venda da GVT

A francesa Vivendi pode congelar a venda da operadora de telefonia GVT. As ofertas pela companhia têm ficado abaixo dos 7 bilhões a 8 bilhões de euros solicitados.

As fontes ainda informaram que a Vivendi tenderia a interromper o processo de venda caso as ofertas não sejam elevadas. Os informantes também afirmaram que a francesa “não está com pressa para vender”.

Restam apenas dois interessados pela GVT. Um deles é a DirecTV, maior operadora de televisão via satélite dos Estados Unidos, que está oferecendo 6 bilhões de euros. O outro trata-se de um consórcio de companhias de Private Equity lideradas pela KKR, que está propondo a compra por 5 bilhões de euros.

É sempre bom lembrar que por conta dos altos valores exigidos, em novembro de 2012, a Telecom Italia, controladora da operadora TIM, desistiu de tentar comprar a operadora.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários