China quer abrir mercado de telefonia móvel à iniciativa privada

O governo chinês pensa em liberar empresas privadas para que explorem o serviço de telefonia móvel no país. Essas companhias poderiam adquirir frequências de banda larga de grandes operadoras.

Em comunicado, o Ministério da Tecnologia da Indústria e da Informação informou que a população será consultada sobre isso até o dia 6 de fevereiro.

A medida ajudaria a criar um cenário competitivo na China, onde todo o setor telecomunicação está sob tutela do Estado. Atualmente existem três operadoras no país: China Mobile, China Unicom (de Hong Kong) e China Telecom.

O país possui o maior mercado de telefonia do mundo, contando com mais de 1 bilhão de clientes. Entretanto, somente 20% deles possuem conexão 3G.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários