Governo negocia Wifi dentro das escolas

Operadoras e governo federal negociam o que se poderia chamar de segunda etapa do programa de banda larga nas escolas. Dessa vez, o Minicom e o MEC procuram um acordo com as teles para que elas ofereçam uma rede Wifi para dar conectividade aos 600 mil tablets que o MEC pretende distribuir aos professores do ensino médio.


De acordo com o diretor da Oi, Carlos Cidade, algumas propostas já foram apresentadas para o governo com diferentes configurações. Além do aspecto básico que é a acesso WiFi dentro das escolas, o governo quer que haja conexão na casa dos professores, o que poderia ser feito por uma rede 3G ou coma instalação de uma rede WiFi. De qualquer forma, o custo para as teles fica menor se essa conta mensal ficar a cargo do governo e não dos professores na medida em que se eliminaria o risco da inadimplência.

Faz parte do acordo também aumentar a conexão que as escolas têm hoje. No total, a negociação envolve 16 mil escolas, sendo que 12 mil estão na área da Oi, que já investiu R$ 200 milhões no programa banda larga nas escolas. “É a política pública com maior contribuição da iniciativa privada”, diz Cidade.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários