TIM diz que telefonia móvel não é essencial e volta a ser alvo de críticas

Operadora afirmou isso alegando que não tem obrigação de manter serviço sempre disponível


Em uma entrevista, o Promotor do Ministério Público Maximiliano Deliberador comenta um absurdo. Segundo ele:

“A TIM alegou que a telefonia móvel não é um serviço público essencial para fugir de um artigo do Código de Defesa do Consumidor que diz que o serviço deve ser contínuo, o que é um absurdo.”

Depois das declarações a operadora ganhou mais uma vez fama, no Twitter o termo “livre da tim” com usuários alegando que estão deixando a tele, chegou a subir para o 5º lugar entre os assuntos mais comentados no país.

COMPARTILHAR EM:


About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários