Telefonia celular no país tem pior maio do século


A base de linhas de telefonia celular do Brasil em maio cresceu 0,78% na comparação com abril, no menor desempenho para o período desde 2000, mostraram dados divulgados na terça-feira pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

O setor registrou adição de 1,97 milhão de linhas em maio, desacelerando sobre o crescimento mensal de 0,86% registrado em abril. No mesmo período de 2011, a base havia crescido 1,16%, ou em 2,5 milhões de novas habilitações.

Com o desempenho de maio, a base de telefonia celular do país alcançou 254,95 milhões de linhas totais ativas ante 215,02 milhões no mesmo período de 2011, segundo a agência.

Entre as operadoras celulares, a Claro teve 24,59% de participação em maio ante 24,48% no mês anterior. A fatia da Oi passou de 18,57% para 18,59%, na mesma base de comparação.

No sentido oposto, a TIM encerrou maio com 26,88%, leve queda em relação à fatia de 26,89% em abril. A Vivo também registrou recuo na participação de mercado, ao passar de 29,75% para 29,63%.

A Anatel também informou que os terminais de terceira geração (3G) passaram de 54,27 milhões em abril para 56,39 milhões em maio.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários