Oi e Vivo alteram regra dos planos compartilhados


A Oi anunciou nesta sexta-feira que vai passar a aceitar dependentes do mesmo sexo em seus planos de conta compartilhada (Oi Família). Segundo a operadora a mudança ocorrerá a partir de amanhã (05/03). Porém quem for ler o contrato do Oi Família já não encontra mais a cláusula 15.2.6 que exigia no plano que deveria haver ao menos um dependente do sexo oposto para evitar a inclusão de amigos em vez da família. Segundo a operadora a remoção dessa cláusula foi aprovada pela direção da empresa pois hoje em dia vem crescendo o número de casais homossexuais no país, e muitos deixam de contratar o plano Oi Família pois tinha muitas vezes que incluir algum parente do sexo oposto para concluir a aquisição do plano. A operadora frisou ainda que operadoras gigantescas internacionalmente como a AT&T, Portugal Telecom, Verizon e China Mobile já fornecem planos compartilhados a casais gays.




Após o comunicado da Oi a concorrência também se manifestou
A Vivo comunicou que a partir do dia 15/04 (data em que muitas de suas regras irão mudar por conta da união com a Telefônica) todos os casais homossexuais poderão contratar seus planos compartilhados normalmente. Quem lê o contrato da Vivo não encontra nenhum veto para venda de pacotes para casais homossexuais (diferente do antigo contrato da Oi), mas funcionários da operadora afirmam que há uma regra interna para que não sejam vendidos  esse tipo de plano a essas pessoas. A desculpa é a mesma desculpa que a Oi usava: “Comercializar planos compartilhados realmente para famílias, evitando que amigos ou conhecidos compartilhem seus planos”. A Vivo informou que desconhece essa regra interna mas irá treinar toda sua equipe de vendas bem como de atendimento para já a partir do dia 15 de Abril focar seus planos também neste público com direito até a publicidade nos meios de comunicação.
A Tim informa que nunca vetou a contratação de pessoas do mesmo sexo e que antes mesmo da Oi e Vivo anunciarem essas mudanças a Tim já comercializava planos para casais homossexuais e/ou bissexuais.
A Claro informou que não há nenhuma proibição em seu contrato para que pessoas do mesmo sexo façam a adesão de seus planos compartilhados, mas admite que há casos de atendentes que não fecharam o plano com determinados clientes por preconceito e que irá investigar casos como esses.

Portanto, agora a regra é clara: Os casais homossexuais ganharam mais um direito, falar de graça entre si.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Anônimo

Agora é tarde. Ano passado fui comprar o Oi Família pra mim e meu noivo e não autorizaram! Na mesma hora liguei na Claro e contratei um plano compartilhado de boa. Aí agora vem a Oi dizer que agora é livre…. desde antes q era pra ser sua Oi e dona Vivo!!