As apostas no WiFi incluem menos subsídio e menor custo por bit

Ocupa as mesmas frequências em todo o mundo. Está instalado em todo tipo de aparelho (seja PC, smartphone, celular ou iPad); e mantém os clientes na própria rede da operadora. Essas são algumas das qualidades apontadas por Thomas Gruba, diretor senior de marketing de produtos 3GPP da Alcatel-Lucent para justificar o grande aumento de interesse das operadoras de celular em todo o mundo na tecnologia WiFi, que há pouco tempo só era usada pelos pequenos provedores de internet.

Para o executivo, a redução do subsídio ao smartphone (visto que o acesso WiFi pode ser encontrado em qualquer máquina) e a reduçao do custo por bit são argumentos imbatíveis que fazem com que a maioria das operadoras de celular aposte nesta solução para ampliar a oferta de comunicação de dados.
E a Alcatel-Lucent, no Mobile World Congress, apresentou a nova familia de sua tecnologia LightRadio Cubes (que inclui células metropolitanas e células pequenas) capaz de lidar com a 3G, com a 4G (LTE), e também ofertar o acesso WiFi.
Se no ano passado a fabricante mostrava o novo conceito para o mercado, este ano ela apresentou a tecnologia funcionando ao vivo em cores. A Telefónica cobriu a cidade de Barcelona com mais de 50 estações de metrocell da fabricante e em toda a feira.
Segundo Gruba, estão sendo realizados neste momentos trials com esta tecnologia em três operadoras e no ano passado, a Alcatel-Lucent fechou 15 contratos de LTE, nada mal para uma empresa que esteve fora da terceira geração do celular.
Aqui no Brasil por exemplo esse serviço vem começando a ser ofertado pelas Teles com o objetivo de desafogar suas redes 3G. Oi e TIM já começaram a oferecer o serviço a pouco tempo com o Oi Wi-Fi e Tim Wi-Fi, respectivamente.


A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários