Reorganização da Oi está por concluir um ano após entrada da PT

COMPARTILHAR:

Condições operacionais estão reunidas, mas brasileira tem de investir para se tornar mais competitiva. Reorganização deverá ser concluída até Março.

Cumpre-se amanhã um ano da formalização da entrada da Portugal Telecom (PT) no capital da operadora brasileira Oi, através da compra de uma posição de 25,6%. No entanto, um ano depois, a reorganização societária da empresa brasileira ainda está por concluir. O processo, anunciado a 24 de Maio passado, deveria estar fechado até ao final de 2011 mas acabou por derrapar para o primeiro trimestre deste ano. O atraso tem impacto não apenas na simplificação da estrutura como também na definição da política de dividendos da Oi (que também detém 7% da PT), o que afecta directamente a empresa portuguesa.
O trabalho, do ponto de vista operacional e de diagnóstico, já estará concluído e depende agora da execução, apurou o Diário Económico. A PT participou na criação do Comité de Engenharia, Redes, Tecnologia, Inovação e Oferta de Produto da Oi – liderado pelo presidente executivo da empresa portuguesa, Zeinal Bava -, que tinha como objectivo analisar a Oi e criar um plano de desenvolvimento operacional.
A reorganização societária da brasileira está, sobretudo, direccionada para o mercado de capitais e simplificação da presença em bolsa. Em causa está a integração das acções de três empresas cotadas na Oi, a única empresa a permanecer cotada. Paralelamente, as acções passarão de sete para duas classes. Apesar desta reestruturação não estar directamente ligada ao desenvolvimento operacional da Oi, a simplificação permite uma maior transparência junto do mercado, sinergias e rapidez na gestão da empresa.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários