PT admite adiamento para 2012 da reestruturação da Oi

A conclusão do processo de reestruturação societária da brasileira Oi – onde a Portugal Telecom (PT) tem uma participação de 25,6% – deverá derrapar para 2012, admitiu presidente-executivo da operadora, Zeinal Bava.

“É improvável que a reestruturação [da Oi] fique concluída até ao final deste ano, que era o que prevíamos”, assumiu o líder da PT quando questionado pelos analistas em conferência telefónica. Sem estar concluído o processo de reestruturação societária não é possível definir a política de dividendos aos accionistas da Oi, incluindo a PT.


O atraso na reestruturação societária da Oi deve-se à necessidade de se escolher outro banco para assessorar o processo de incorporação das acções da Telemar pela Brasil Telecom, após o abandono do Citi. À hora de fecho de edição, a assembleia-geral de accionistas da Oi, onde iria escolher-se o novo banco, ainda não tinha terminado.


Zeinal Bava frisou ontem, por várias vezes, a importância desta reestruturação para “a reviravolta operacional da Oi”. E foi claro: “Ser o quarto operador no mercado móvel não é satisfatório.”


A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários