quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Amazon Prime Video agora fica mais barato e cobra em real no Brasil

O que você achou? 
Valor promocional de seis meses e mensalidade cobrada depois do relançamento são mais baixos do que a assinatura da concorrente de streaming Netflix.

A Netflix, que ora é vista pelas operadoras de TV por assinatura como aliada, ora como concorrente, acaba de ter a sua própria concorrente mais próxima no mercado brasileiro. Nesta terça-feira (31), o Amazon Prime Video teve seu serviço de streaming relançado no Brasil, passando a cobrar, pela primeira vez, a mensalidade em reais e não mais em dólares. E o melhor, por um preço baixo.

Agora, os clientes podem realizar o pagamento através de cartões de crédito nacionais, seja Visa, MasterCard, Diners ou Elo, sendo que o valor nos primeiros meses – para clientes antigos e novos – fica por R$ 7,90 por mês. Depois desse período, o preço sobe para R$ 14,90, ainda assim mais barato do que o plano mais básico da Netflix, que é de R$ 19,90.

Até então, os brasileiros que quisessem contratar o serviço de streaming da Amazon, que conta com séries originais e licenciadas, precisavam pagar cerca de US$ 10 (equivalente a R$ 33), e ainda não tinham tanto conteúdo com legendas e dublagens em português, como passam a ter agora.

Em relação às empresas do mesmo estilo que mais gastam com conteúdos próprios, a Netflix ainda passa a Amazon, com investimento de US$ 6 bilhões em 2017, contra US$ 4,5 da Amazon.

Vale citar que os novos assinantes no Brasil também podem fazer um teste de sete dias grátis, para analisarem se compensa trocar a Netflix ou, eventualmente, uma operadora de TV paga pelo Amazon Prime Video.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário