sábado, 23 de janeiro de 2016

Operadora Hughes, dos Estados Unidos, vai oferecer internet no Brasil

O que você achou? 
Serviço de banda larga será oferecido por meio de satélite, e começa a operar ainda em 2016.



A operadora norte-americana Hughes anunciou que vai começar a operar o serviço de internet banda larga via satélite no Brasil a partir de julho deste ano. O objetivo é levar internet de alta velocidade para lugares em que a prestação do serviço pelas operadoras é deficiente.

Custo

Inicialmente, a empresa divulgou que o seu principal plano de dados custará R$ 200 mensais e oferecerá velocidade de 10 Mega (Mbps).

Franquia de acesso

Para manter o controle do tráfego de dados, haverá restrição de utilização. O usuário poderá consumir até 20GB durante o dia e 40GB durante a noite. Quando o pacote for atingido, o cliente pode comprar um novo pacote adicional (como já acontece no sistema de internet móvel), ou navegar com velocidade reduzida. Apesar de haver uma limitação, a quantidade de franquia oferecida é suficiente para a maioria das pessoas navegarem com tranquilidade.

Cobertura

O satélite da Hughes deve alcançar todo o Brasil. A meta é que o sinal de internet chegue a todos os municípios nacionais em até quatro anos. Em 2018, ele já deve estar presente em 90% do território brasileiro. Mas apesar de possuir cobertura na cidade de São Paulo, por exemplo, não é a intenção da empresa divulgar suas ofertas nas metrópoles. A ideia é atender ao consumidor do interior - que ainda carece do acesso à inclusão digital.

Qualidade

Como a transmissão dos 10 Mega de velocidade se dará por meio de satélite, é natural que ocorram ruídos (interferências) no acesso, principalmente durante tempestades, similar ao que já ocorre com o sistema de TV por assinatura via satélite (DTH).

No entanto, Rafael Guimarães, presidente da empresa, em entrevista concedida para a revista Exame, afirmou que o serviço prestado pela Hughes vai ser de qualidade. "O serviço de internet banda larga funcionará normalmente durante uma chuva normal. Agora, qualquer tempestade forte pode afetar o serviço, assim como também pode afetar redes cabeadas e a energia elétrica".

A Hughes Brasil é controlada pela multinacional EchoStar Corporation, dona da frota de satélites para a Dish Networks, uma das maiores operadoras de televisão fechada dos Estados Unidos e México.

Leia também:


Nenhum comentário:

Postar um comentário