quarta-feira, 22 de julho de 2015

Vivo questiona: "A gente tá usando o celular do jeito certo?"

O que você achou? 
"O que é certo? O que é errado?" Novo vídeo publicado pela operadora faz os consumidores refletirem sobre o uso que vem fazendo da tecnologia móvel. Assista neste artigo.

Uma operadora de celular pedindo para os consumidores utilizarem menos o celular? Muito estranho, não? É como se uma fabricante de carros pedisse para a população comprar menos carros, com a intenção de diminuir a poluição da atmosfera; ou uma empresa de bebidas alcoólicas criasse uma campanha alertando aos consumidores do perigo da ingestão exagerada do etanol no corpo humano.

Mas esse tipo de campanha está sendo feita pela Vivo no Brasil. Desde janeiro deste ano, a empresa de telefonia - em uma ação inédita no mercado brasileiro - lançou a campanha "#UsarBemPegaBem", que apela para que as pessoas reflitam no que é mais importante nas suas vidas: a vida social ou o celular.

Inserções com frases reflexivas são publicadas nas contas da operadora no Twitter e Facebook. Até agora, já foram mais de 40 postagens. Dentre algumas frases publicadas estão:

"Cuidado: buraco não envia notificação"
"E se o amor da sua vida passar e você só tiver olhos para o celular?"
"Acidente é perder o post ou o equilíbrio?"
"5x mais risco de acidente. Ta aí um número de celular que ninguém deveria esquecer."

No YouTube, vídeos são exibidos ocasionalmente para chamar a atenção do público. Assista ao filme mais recente:


Tudo é reunido em um site, especialmente criado pela Vivo para a campanha.

E a empresa do Grupo Telefónica não vai parar por aí. A Vivo promete que em breve vai promover um debate ao vivo no Twitter, através do Periscope, com a participação de celebridades, atores, psicólogos, além de especialistas em trânsito seguro, comportamento e relacionamentos, que trocarão ideias com os usuários interessados em acompanhar a transmissão.

Não se sabe ao certo qual é a real intenção da Vivo ao promover essa ideia de "uso consciente" do seu principal serviço e fonte de lucro. Muitos chegaram a comentar nos posts relacionados a campanha que os investimentos em rede e infraestrutura da empresa não estariam conseguindo acompanhar a grande demanda de usuários, e essa seria uma estratégia da operadora para diminuir o grande tráfego de dados na sua rede.

No entanto, a companhia de telecomunicações se justifica: “A Vivo, como líder de mercado, acredita na importância de iniciar essa conversa, de forma a provocar uma reflexão social construtiva, de credibilidade e sem juízo de valor”, diz Cris Duclos, diretora de Imagem e Comunicação da Vivo.

A agência de publicidade DM9DDB, que está engajada com a Vivo na produção e propagação da campanha, também se explicou: “O uso do celular tem uma importância tão grande no cotidiano das pessoas que até ganhou leis. E, até hoje, nenhuma empresa havia levantado a questão do uso consciente do celular. A Vivo mais uma vez mostra-se pioneira e lança uma campanha inovadora que propõe uma discussão sobre a qualidade de vida das pessoas em relação ao tema”, afirma Marco Vesolato, vice-presidente de criação da agência.

E você, o que acha da intenção da Vivo de promover o pensamento do uso mais controlado do celular?

Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário