segunda-feira, 15 de julho de 2013

Campus Party Recife debate tecnologia em favor do desenvolvimento urbano

O que você achou? 
A tecnologia não será o assunto principal da segunda edição da Campus Party Recife. Além dele, o evento vai inovar, uma das marcas registradas, e apresentar temas como mobilidade, transparência e conectividade de áreas urbanas. O evento, que acontece entre os dias 17 e 21 de julho, no Centro de Convenções e no Chevrolet Hall, vai debater essas e outras questões atuais no sentido de encontrar respostas criativas na aplicação da tecnologia. 

Para isso, a organização da segunda edição na capital pernambucana vai reservar um espaço para discutir os usos, necessidades e desafios da internet nas atividades do Campus Fórum. Além disso, os visitantes terão acesso ao selo Smart Cities, que reúne ações especiais que pensam soluções para a vida urbana através da tecnologia.

Um dos destaques do Campus Fórum será a mesa “Apps de cidadãos para cidadãos”, marcada para as 14h15 da quinta-feira (18), no palco principal. Participarão deste debate o diretor presidente da Emprel, Eugenio Antunes, o cofundador da rede social premiada Colab, Gustavo Maia, o engenheiro de sistemas do C.E.S.A.R, Eduardo Oliveira, e os professores do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (Cin/UFPE), Cristiano Coelho e Kiev Gama. O grupo vai discutir como as tecnologias da informação e da comunicação podem viabilizar soluções para o dia a dia dos cidadãos, visando minimizar problemas e melhorar a qualidade de vida.

Na sexta-feira (19), às 15h45, o espaço vai problematizar as possibilidades abertas a partir da disponibilização obrigatória de dados no Brasil com a lei de acesso à informação. As questões serão levantadas através do debate “Open Data & Smart Cities”, que vai contar com a participação da consultora e gestora regional do Fundo Criatec no Ceará, Verlaynne Rocha, do professor de engenharia de software do Cin/UFPE, Vinicius Garcia, e do editor do blog Acerto de Contas, Pierre Lucena.

Com o selo Smart Cities, ainda serão desenvolvidas outras atividades no Cenário Galileu. No painel “Smart Cities x Smart Citizens: o segredo está na tecnologia ou nas pessoas?”, h.d. Mabuse vai mediar o encontro entre o consultor de cenários e gestão estratégica do Porto Marinho Ltda., Cláudio Marinho, o presidente do Grupo Serttel, Ângelo Leite, e o representante do grupo Direitos Urbanos, Leonardo Cisneiros. O painel acontecerá na quinta-feira (18), às 20h15.

Outra boa sugestão de debates para os visitantes será a palestra “Smart Cities - Tecnologias Aplicadas às Cidades”, que ocorre no sábado (20), às 11h15, no Cenário Galileu, com Alexandre Jann, gerente de marketing e estratégia da NEC Latin America. Subsidiária da NEC Corporation, uma das maiores companhias globais de tecnologia, a empresa tem entre os cases brasileiros o sistema automatizado de identificação da Polícia Civil do Distrito Federal, o monitoramento sem fio de equipamentos médicos do Hospital Israelita Albert Einstein (SP) e a implementação de uma rede de transmissão via micro-ondas ponto a ponto para a Embratel com o objetivo de atender à população de Manaus (AM).

Também fazem parte da programação do Campus Fórum as mesas “O futuro da interatividade na TV Digital”, com Carlos Ferraz e Salustiano Fagundes, “Setor 2.5 - Negócios Sociais”, sobre startups que buscam ser lucrativas agregando valores sócio-ambientais, e “Jovens Empreendedores e Transformadores”, com a presença dos vencedores do desafio “Tecnologias que Transformam”, realizado na Campus Party Brasil 2013, em São Paulo.

Quem visitar a Campus Party Recife terá mais de 200 horas de conteúdos variados, com destaque para as palestras magistrais do desenvolvedor de games, Martin Hollis, do fundador do movimento SOP (Sem Obsolescência Programada), Benito Muros, do animador 3D Gianluca Fratellini e do criador do movimento UnCollege, Dale Stephens. Os interessados em obter mais informações sobre o evento tecnológico podem acessar o site oficial http://recife.campus-party.org e conferir toda a programação.

A Campus Party tem como patrocinadora principal a Telefônica|Vivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário