21/02/2024

Faixa de 600 MHz será reservada para o desenvolvimento da TV 3.0

Ministério das Comunicações (MCom) anunciou que irá alterar uma portância para que a Anatel garanta a reserva da faixa.

Nesta quarta-feira (18), o Ministério das Comunicações (MCom) anunciou que vai editar uma portaria para reservar a faixa de 600 MHz para o desenvolvimento da TV 3.0. Essa decisão é semelhante, na prática, ao que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) planejava para o espectro, que é considerada para a radiodifusão.

A portaria determinará “que a Anatel garanta a destinação primária e exclusiva, ao serviço de radiodifusão de sons e imagens e ao serviço de retransmissão de televisão, das faixas de VHF alto (174-216 MHz) e UHF (470-608 MHz e 614-698 MHz), para o desenvolvimento da TV 3.0“.

Entretanto, essa faixa, mundialmente, as operadoras de telecomunicações buscam colocá-la para o IMT, como forma de garantir espectro de frequência mais baixa para os serviços de 5G e 6G. Inclusive, em países como EUA e México, já adota o espectro para a quinta geração de internet.

No Brasil, embora o lobby de fornecedores de telecomunicações, de tempos em tempos, tentem trazer o assunto a discussão, a Anatel nunca mencionou que poderia acontecer aqui.

O secretário de Comunicação Social Eletrônica do MCom, Wilson Diniz Wellisch, explica que a “implementação desta nova tecnologia de radiodifusão será importantíssima para uma mudança de patamar no setor, inclusive no que se refere à concorrência imposta pelos serviços de streaming”.

Segundo o ministério, “a partir dos debates do Grupo de Trabalho da TV 3.0, surgiu a proposta de uma Portaria a fim de possibilitar, em tempo hábil, os estudos sobre a canalização da TV 3.0, pela Anatel”.

“Será um trabalho longo, mas, tal como foi na implementação da TV digital, vamos participar de uma nova virada de chave na radiodifusão”, disse o secretário.

De acordo com um relatório recente da 5G Americas, associação que congrega fornecedores e operadoras da região das Américas), a faixa de 600 Mhz em questão é uma importante possibilidade para a América Latina, uma vez que é considerada nobre e excelente desempenho para banda larga móvel.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários