quinta-feira, 2 de maio de 2013

Satélite atual da Sky não suporta mais canais. Operadora deve agir

O que você achou? 
É grande a fila de espera de canais por uma vaga na Sky, operadora de TV paga que diz não ter espaço para abrigar a todos. Mas há uma luz a caminho.

Segundo fontes do mercado, a Sky (que opera TV por assinatura com tecnologia via satélite) pretende lançar entre 2014 e 2015 um novo dispositivo, mais moderno, com mais espaço e capaz a atender boa parte da demanda de canais no Brasil.

Atualmente, a Sky distribui 36 canais em alta definição (HD), entre pagos e abertos, e cerca de 112 canais com definição convencional (SD).

No entanto, a demanda por espaço na operadora gera reclamações por parte de assinantes e programadores e envolve canais como Record News, MTV, Sportv HD e ESPN HD, entre outros. E cada vez vem perdendo mais espaço para suas concorrentes, que chegaram a ultrapassar o número de canais da Sky por preços mais atraentes.

A operadora diz que o espaço físico (capacidade de carregar o sinal de canais) do seu satélite está bastante ocupado e que a gestão dessa demanda (a escolha dos canais carregados) é feita com critério.

Para completar, os canais HD, que não param de surgir, ocupam 2,5 vezes mais espaço que um convencional.

A guerra por espaço sempre existirá na TV paga, mas a Sky pretende amenizar o problema com o novo satélite, lançamento que custará cerca de US$ 150 milhões à empresa.