terça-feira, 23 de abril de 2013

Nextel anuncia comissão para analisar proposta da Dish

O que você achou? 
O conselho de diretores da norte-americana Sprint Nextel criou uma comissão especial formada por diretores independentes para analisar junto a conselheiros financeiros e legais a proposta "não solicitada" da operadora de DTH também norte-americana Dish.

No último dia 15, a Dish Networks submeteu uma proposta de fusão com a operadora de telefonia móvel (que não tem nenhuma relação com a Nextel brasileira) de um valor total de US$ 25,5 bilhões, dividido em US$ 17,3 bilhões em dinheiro e US$ 8,2 bilhões em ações, considerando o valor US$ 7 por papel baseado na cotação do dia 12, assim chegando em US$ 4,76 por ação em cash e 0,05953 ações da Dish pela Sprint. A Dish defende que sua proposta representa um ganho de 18% acima da proposta da Softbank, de cerca de US$ 20 bilhões em dinheiro para aquisição de 70% das ações da Sprint e que já havia sido aprovada pelo conselho de administração da companhia, por representar maior propriedade em uma companhia combinada que "é melhor posicionada para o futuro com mais espectro, produto, assinantes, escala financeira e novas oportunidades".

Segundo comunicado da Sprint, a comissão especial avaliará a proposta e as informações adicionais que foram solicitadas à Dish para averiguar se a proposta é realmente superior ou pode levar a melhores ganhos do que a oferta da japonesa Softbank. A tele reitera ainda que os acionistas não precisam tomar nenhuma decisão em relação à oferta da Dish até que a comissão especial finalize sua avaliação.

Mesmo com uma nova oferta na mesa pela Sprint, a Softbank se mantém oficialmente em silêncio sobre a possibilidade de aumentar o valor de sua proposta. O mais provável é que a japonesa aguarde a análise da diretoria da Sprint com relação à oferta da Dish para definir seu próximo passo.