12/07/2024

Lojas Pernambucanas não vão mais vender smartphones; entenda

Loja varejista brasileira Pernambucanas resolve encerrar a oferta venda de celulares nas suas lojas físicas.

A Pernambucanas decidiu encerrar suas atividades no setor de celulares e smartphones. Assim como outras lojas do setor de varejo (C&A, RCHL e etc) a companhia também investia nesse tipo de produto, porém vai fazer esse recuo.

De acordo com informações do site NeoFeed, a principal razão para essa decisão foi a competição desleal com o “mercado cinza”. O “mercado cinza” refere-se ao comércio de produtos que entram ilegalmente no Brasil, como é o caso de muitos smartphones e celulares.

Esses produtos, muitas vezes, são vendidos a preços mais baixos, o que torna inviável para empresas legalmente estabelecidas, como a Pernambucanas, competir de maneira justa.

A Pernambucanas deve fazer uma saída gradual. Ou seja, aos poucos será feita a retirada dos smartphones do mercado. Conforme as vendas forem feitas não haverá reposição até que se finde.

Esse movimento da loja varejista ainda deve impactar no fechamento de lojas, mas ainda não foi divulgado pela empresa qual a proporção dessa mudança.

O NeoFeed informou que estima que a nova medida impactará aproximadamente 400 quiosques ou espaços específicos destinados a uma determinada categoria nos pontos de venda da varejista. Atualmente, as Pernambucanas possui mais de 500 lojas que oferecem seu portfólio tradicional de produtos, distribuídas em 340 cidades diferentes em todo o Brasil.

Vale ressaltar que em outubro de 2023, a rede Pernambucanas passou por uma importante mudança em sua liderança. Marcelo Labuto foi anunciado como o novo CEO, substituindo Sérgio Borriello, que havia ocupado o cargo por sete anos.

Marcelo Labuto traz consigo uma vasta experiência no setor financeiro, tendo atuado como presidente de grandes empresas como o Banco do Brasil e a BB Seguridade. Ao assumir a liderança da Pernambucanas, uma de suas principais metas é expandir a operação da Pefisa, a divisão da empresa responsável por produtos e serviços financeiros.

O Minha Operadora entrou em contato com loja para entender a mudança comercial e saber qual o posicionamento oficial da companhia. A equipe questionou também outros pontos como qual o impacto dessa mudança para o serviço de telefonia móvel que as Pernambucanas oferecem.

A assessoria enviou a nota oficial e afirmou que não vai comentar mais nada sobre esse assunto, neste momento. Confira abaixo a resposta da companhia, que é também o comunicado enviado à imprensa e ao mercado:

A Pernambucanas informa sua saída gradual na categoria de telefonia celular em seu portfólio de produtos. Esse movimento faz parte de uma estratégia contínua e ampla de negócios, que visa a eficiência e investimentos em produtos de maior margem e retorno para a companhia.

A empresa esclarece que este movimento resultou no fechamento de algumas unidades e na adequação do seu quadro de colaboradores. Este processo foi realizado dentro dos padrões de mercado e a Pernambucanas está tratando do tema com todo o cuidado e respeito, oferecendo todo o apoio aos funcionários.

A companhia reafirma seu compromisso de continuar oferecendo um portfólio diversificado de produtos e serviços, além de proporcionar aos consumidores uma jornada de compra com a qualidade e a confiança que sempre marcaram sua trajetória.

A Pernambucanas ressalta ainda que possui mais de 115 anos e que vem apoiando as famílias brasileiras, contribuindo através de suas mais de 500 lojas com a geração de empregos e investimentos para o desenvolvimento do país.

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários