18/06/2024

Teles acreditam que IA vai melhorar operacional da rede, diz estudo

Estudo global da Ciena revela que 60% dos CSPs acreditam que a IA irá melhorar a eficiência operacional da rede em 40% ou mais.

Um estudo global conduzido pela empresa Ciena, listada na Bolsa de Valores de Nova York sob o símbolo CIEN, destaca o aumento do otimismo entre os provedores de serviços de comunicações (CSPs) em relação à aplicação da Inteligência Artificial (IA).

Segundo a pesquisa, mais da metade dos engenheiros especializados em telecomunicações e tecnologia da informação (TI) entrevistados acreditam que a implementação da IA pode melhorar a eficiência operacional da infraestrutura de rede em pelo menos 40%. Além disso, um expressivo percentual de 85% dos entrevistados demonstra confiança na capacidade dos CSPs de gerar receita a partir do tráfego de dados gerado pela IA nas redes de comunicação.

A pesquisa, realizada pela Ciena, contou com a participação de mais de 1500 engenheiros e gerentes de TI de CSPs de 17 países. Jürgen Hatheier, Diretor Internacional de Tecnologia da Ciena, enfatizou a importância de compreender tecnologias emergentes como a IA para manter a competitividade no cenário digital em constante evolução. Ele destacou a perspectiva otimista dos CSPs sobre o potencial da IA para melhorar as redes, ressaltando a necessidade de planejamento estratégico e investimentos para colher plenamente os benefícios.

“Compreender as tecnologias emergentes como a IA é um passo essencial para se manter competitivo no atual cenário digital, que está em constante mudança. A pesquisa destaca a perspectiva otimista de longo prazo dos CSPs em relação à capacidade da IA de melhorar a rede, bem como a necessidade de planejamento estratégico e investimentos em infraestrutura e experiência para concretizar plenamente os benefícios.”

Existem benefícios?

Um tema chave do estudo é a opinião de que a IA irá aprimorar o desempenho da rede. Para isto, os participantes acreditam que serão necessárias novas soluções em infraestrutura e operações de rede de fibra.

De acordo com o estudo, acredita-se que as estratégias mais populares para melhorarem o desempenho incluem a atualização das redes com novos softwares de análise de tráfego e rede (selecionadas por 49% dos entrevistados), juntamente com atualizações em switches e roteadores (43%) e investimento em tecnologia 800G (40%), destacando a abordagem multifacetada que os operadores estão adotando para fortalecer as capacidades de rede.

De fato, quase todos (99%) dos entrevistados acreditam que precisarão atualizar as redes de fibra óptica para suportar mais tráfego de IA.

Oportunidades de Receita impulsionadas pela IA e criação de empregos

Os provedores de serviços de comunicação (CSPs) veem os serviços financeiros, mídia e entretenimento, e manufatura como os principais setores para gerar tráfego de IA e oportunidades de receita.

As principais fontes de receita com IA incluem abertura de redes para integrações de terceiros, serviços de segurança e privacidade, novas ofertas de produtos, pacotes de assinatura personalizados e diferenciação na qualidade do serviço de conectividade.

67% dos CSPs preveem que a IA criará empregos. As áreas de especialização necessárias incluem segurança cibernética, aprendizado de máquina e programação.

Diferenças Globais

A confiança na monetização da IA varia entre os países, com a Índia entre os mais confiantes (95%) e os EUA entre os menos confiantes (55%). As diferenças também se estendem ao otimismo sobre o impacto da IA na criação ou redução de empregos, com o México mais otimista (50%) e o Japão menos (40%).

Os setores impulsionadores do crescimento do tráfego de IA variam, mas incluem serviços financeiros, entretenimento, manufatura, saúde e educação em diferentes mercados.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários