12/06/2024

Anatel lançará novo sistema de alerta de desastres para o Sul e Sudeste

Segundo a agência, o sistema vai enviar mensagem para o celular no formato pop-up para alertar a população em situação de risco extremo.

Nesta quarta-feira (22), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou que vai lançar um novo sistema de alerta de emergências sonoros para celulares, com previsão de chegada para os estados das regiões Sul e Sudeste em dezembro. A informação foi dada por Gustavo Borges, superintendente de Controle de Obrigações do órgão.

Reprodução/TV Globo

A ideia é que o sistema esteja disponível no começo do verão, quando há mais riscos de fortes chuvas nas regiões. O alerta será emitido instantaneamente a todos os celulares que estejam em áreas atingidas pelo risco de um desastre, como deslizamento ou inundação causada pela chuva. A mensagem vai se sobrepor a qualquer outra informação nas telas do celular, em formato de pop-up.

O novo Sistema de Alerta de Desastres será operado pela Defesa Civil, que vai definir a área em situação de risco para emitir o sinal. A ferramenta já está pronta e foi testada pelas operadoras de telefonia. Ele não exigirá cadastro e usará as redes 4G e 5G para alertar toda a população de uma região, e será compatível com os aparelhos comprados a partir de 2020.

De acordo com a Anatel, o lançamento do sistema para a população agora “requer prévia comunicação para com a população nos municípios de testes e treinamento com as defesas civis municipais“.

“É uma evolução bastante considerável do atual sistema. Estamos em diálogo com o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, com o Centro Nacional de Desastres e Ministério das Comunicações para começar o uso da ferramenta com a população, mas para isso é necessário um treinamento com a Defesa Civil e com a própria população, para não receber esse alerta no susto”, explica Borges.

Vale pontuar que o SMS continuará sendo utilizado, e o novo alerta sonoro será usado apenas em situações de alto risco. “Essa ferramenta é uma evolução daquela que a população já está acostumada, que são os SMS com alerta de emergência, que tem limitações. A agência então determinou com as operadoras Claro, Tim e Vivo a evolução para um sistema chamado cell broadcast. Elas já implementaram”, explicou o superintendente ao Olhar Digital.

“Mensagens de riscos mais extremos, a Defesa Civil poderá pedir que ela chegue com uma sirene no celular, apontando um alerta mais sonoro mesmo no silencioso”, afirma Borges.

O novo sistema de alertas será testado em dez municípios onde deslizamentos e enchentes são frequentes. Ainda não há previsão de ampliação do sistema de alertas para as demais regiões do país.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários