20/05/2024

Meta cria medida para proteger menores de chantagens por fotos íntimas

Instagram, rede social do grupo Meta, terá função que visa proteger menores de idade dos crimes virtuais ligados a exposição íntima.

A Meta revelou novas medidas no Instagram para proteger menores de chantagem por fotos íntimas. Uma função será introduzida para desfocar automaticamente “nudes” em mensagens diretas enviadas para contas de menores.

Segundo a Meta, isso impedirá que os destinatários sejam expostos a conteúdo íntimo indesejado, dando-lhes a opção de visualizar ou não a imagem. Capucine Tuffier, responsável pela proteção à infância da Meta na França, explicou que essa medida visa prevenir situações de exploração e proteger a segurança online dos jovens.

“Desta forma, o destinatário não será exposto de forma indesejada a conteúdos íntimos e tem a opção de ver ou não a imagem”.

Serão implementadas medidas adicionais para combater a prática nociva da “sextorsão”, que envolve o uso de fotos íntimas para extorquir ou chantagear pessoas. Uma dessas medidas consiste no envio de mensagens tanto para o remetente quanto para o destinatário dessas imagens, com o intuito de conscientizá-los sobre os riscos e as consequências desse comportamento.

Essas mensagens têm como objetivo educar e alertar os usuários sobre os perigos associados à divulgação não consensual de imagens íntimas e encorajar práticas seguras na internet. A prática da “sextorsão” pode causar danos emocionais, psicológicos e sociais significativos para as vítimas, além de alimentar um ciclo de exploração e abuso.

Além disso, a empresa responsável pela plataforma implementará medidas mais rigorosas para identificar e restringir contas que possam estar envolvidas nesse tipo de comportamento.

As ferramentas de inteligência artificial serão utilizadas para identificar padrões de comportamento suspeitos e, caso uma conta seja identificada como potencial fonte de chantagem, suas interações com usuários menores serão severamente limitadas.

Essas medidas visam não apenas proteger os usuários da plataforma, especialmente os mais vulneráveis, mas também desencorajar e punir aqueles que buscam se aproveitar de outras pessoas por meio da intimidação e do controle de imagens pessoais.

Tuffier explicou que certas restrições se aplicam aos usuários adultos interagindo com contas de menores, como a impossibilidade de enviar mensagens privadas, acesso limitado aos seguidores e ausência nas buscas. A Meta também alertará os jovens sobre possíveis chantagistas, encaminhando-os ao site “Stop Sextortion” para suporte e acesso a linhas diretas e associações.

As medidas serão testadas em países da América Central e América Latina a partir de maio, antes de serem aplicadas globalmente nos próximos meses.

ViaUol
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários