23/04/2024

Google anuncia atualizações que vão democratizar a IA Gemini

Gemini é a Inteligência Artifical do Google que embora seja de recente lançamento já tem sido o foco de investimentos da empresa.

Na última quinta-feira, a Alphabet, empresa-mãe do Google, revelou um passo significativo ao anunciar a integração dos modelos de inteligência artificial (IA) conhecidos como Gemini em um de seus produtos já existentes voltado para anunciantes. Esse movimento estratégico visa democratizar e expandir o acesso aos avançados recursos de IA desenvolvidos pela gigante da tecnologia para um público mais amplo.

AI

A decisão de integrar o Gemini é parte de uma iniciativa mais ampla do Google para ampliar o alcance da inteligência artificial generativa, que é capaz de produzir texto conversacional e imagens altamente realistas, incorporando-a em diversos aspectos de seus serviços. Em uma declaração anterior, o Google havia anunciado sua intenção de incorporar o Gemini às ferramentas corporativas oferecidas às empresas, destacando assim seu compromisso contínuo com a expansão e aprimoramento dessa tecnologia inovadora.

O Google anunciou que está intensificando seus esforços para melhorar o desempenho e a eficácia das campanhas publicitárias das marcas por meio de uma série de atualizações em seus produtos e ferramentas. Uma das principais melhorias está centrada no Gemini, uma plataforma que será aprimorada para potencializar o Performance Max.

Esta última é uma solução que utiliza inteligência artificial para identificar automaticamente os melhores locais de posicionamento para os anúncios de uma marca em diversos serviços do Google, abrangendo desde resultados de pesquisa até conteúdos de email e vídeos no YouTube.

Com o aprimoramento do Gemini, espera-se que o Performance Max proporcione uma otimização ainda mais refinada e abrangente, permitindo que as marcas atinjam seu público-alvo de maneira mais eficiente e direcionada. Isso significa uma melhor segmentação de audiência, uma distribuição mais estratégica dos anúncios e, em última análise, um maior retorno sobre o investimento em publicidade.

Além disso, o Google revelou melhorias em sua ferramenta de geração de imagens para anunciantes, conhecida como Imagen 2. Esta ferramenta, impulsionada por seu modelo de inteligência artificial, oferecerá às marcas a capacidade aprimorada de criar imagens publicitárias que incluem pessoas.

O Google anunciou que sua nova ferramenta de inteligência artificial incluirá medidas de segurança para mitigar o risco de uso indevido, como a criação de imagens falsas de pessoas reconhecíveis, incluindo celebridades e outras figuras públicas, assim como representações de violência ou atividades ilegais.

Com o aumento da popularidade da IA generativa no setor de tecnologia, surgiram preocupações sobre o potencial uso malicioso de seu conteúdo, especialmente na criação de “deepfakes” que podem enganar indivíduos e disseminar informações falsas.

O Google enfatizou que as imagens geradas por meio de IA serão identificadas por uma marca d’água específica, distinguindo-as como imagens sintéticas. Essa medida visa aumentar a transparência e ajudar os usuários a discernir entre conteúdo gerado artificialmente e imagens autênticas.

ViaUol
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários