17/06/2024

Apple anuncia suporte ao padrão RCS em iPhones para 2024

Com o recurso, donos de dispositivos Apple contarão com mais um opção ao enviar mensagens para usuários de outras marcas, como Android.

Nesta quinta-feira (16), a Apple anunciou que a partir de 2024, vai adotar o protocolo RCS (Rich Communication Services) como padrão para envio de mensagens em seus dispositivos para donos de celulares de outras marcas. Segundo a empresa, em resposta ao 9to5Mac, a adoção ao padrão de mensageria da GSMA promoverá “uma melhor interoperabilidade quando comparado com SMS ou MMS”.

Com isso, os usuários de dispositivos da Apple contarão com mais um opção ao mandar mensagens para usuários de outras plataformas, para além do iMessage, que continuará sendo a melhor e mais segura experiência de mensagens para os usuários da empresa.

No caso, o novo protocolo chegará para substituir os já ultrapassados SMS1 e MMS2, os quais, além de serem menos seguros por não suportarem criptografia de ponta a ponta, também não trazem recursos comuns em outros aplicativos, como WhatsApp e Telegram, mas que não existem no SMS tradicional, como confirmações de leitura, imagens e vídeos de alta qualidade e aviso de que a pessoa está digitando, entre outros.

Ainda de acordo com a Apple, os usuários poderão até mesmo compartilhar as suas localizações com outras pessoas dentro de conversas graças ao protocolo RCS, bem como enviar mensagens via Wi-Fi, algo que não é possível com o SMS, por exemplo.

O protocolo RCS é uma aposta da Google há anos, tanto que ele está embarcado de fábrica no Android, e muito era esperado a adoção da Apple, que pela primeira vez, faz um gesto no sentido de se abrir para a interoperabilidade de apps de mensageria.

Além do Google e da Samsung, a empresa também sofria pressão de órgãos regulatórios do mundo inteiro para adotar o protocolo RCS. Na União Europeia houve mudanças na regulação para que o iMessage da Apple seja classificado como gatekeeper e passe a trocar mensagens com outros aplicativos.

A mudança é baseada no Ato de Mercados Digitais (DMA) que classificou Apple, Amazon, ByteDance, Google, Meta, Microsoft e Samsung em 6 de setembro deste ano como gatekeepers. Entretanto, na mesma data, a União Europeia afirmou que estava investigando a possibilidade de o iMessages ser definido ou não como gatekeeper. A averiguação ainda está em curso e deve terminar em fevereiro de 2025.

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários