28/02/2024

Apagão deixa mais de 10 milhões de pessoas sem internet na Austrália

Falha grave ocorreu na rede de telefonia móvel da Optus, a segunda maior telecom do país. Empresa descarta ataque cibernético.

Uma falha grave na rede de um dos principais fornecedores de internet da Austrália deixou mais de 10 milhões de australianos sem sinal de telefonia móvel e conexão nesta quarta-feira (08). O problema provocou atrasos nos transportes públicos, cortou linhas telefônicas de hospitais, impediu ligações de emergência para a polícia e bombeiros e interrompeu sistemas de pagamento.

De acordo com a Reuters, cerca de 40% dos clientes de telefonia da Austrália ficaram sem conexão por 12 horas, deixando todos sem internet e telefonia móvel. A agência de notícias disse que o apagão causou um caos na população que ficou buscando bancos para sacar ou depositar dinheiro, uso de mapas físicos, lojas perdendo vendas e problemas para entrar em edifícios comerciais mais tecnológicos que demandam conexão de rede para o acesso.

A Optus, subsidiária da Singtel, de Singapura, a segunda maior do país com mais de 10 milhões de clientes, identificou o apagão por volta das 4h05 (horário de Sydney, 14h de terça-feira no horário de Brasília). “Até que tenhamos realizado uma análise profunda e exaustiva das causas, não poderemos fornecer mais informações“, disse a CEO da Optus, Kelly Bayer Rosmarin.

A empresa de telecomunicações descartou a possibilidade de um ataque cibernético, afirmando que foi uma “falha técnica na rede”, mas que precisa de mais tempo para investigar a causa raiz. Há cerca de um ano, a companhia sofreu um ataque cibernético que resultou no roubo de dados pessoais de mais de nove milhões de clientes.

Com o apagão, de acordo com relatos, trouxe a discussão a dependência que a sociedade atual tem com a tecnologia, onde quase toda a rotina de atividades é realizada de modo online. Inclusive, dados do governo apontam que um quarto das consultas médicas do país são feitas online ou por telefone. De acordo com o Reserve Bank of Australia, nos últimos três anos as transações em dinheiro em espécie também caíram, indo para 16%.

FonteO Globo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários