20/05/2024

Oi contrata Citigroup e BTG para avaliar alternativas de venda da ClientCo

Segundo a operadora, as empresas foram contratadas para avaliar ‘alternativas estratégicas para monetização’ da base de clientes.

Por meio de Fato Relevante divulgado na noite desta quarta-feira (25), a Oi anunciou contratação o Citigroup e o BTG Pactual como assessores financeiros para avaliar “alternativas estratégicas para monetização” da sua base de clientes, braço operacional também chamado de UPI ClientCo, que écomposta pela operação de banda larga via fibra ótica dos segmentos varejo e empresarial.

No caso, o Citigroup Global Markets Brasil deve atuar como assessor financeiro líder, enquanto o BTG como co-advisor. Segundo a empresa, a contratação das instituições financeiras foi aprovada pelo conselho de administração da operadora, em decisão tomada também nesta quarta.

No comunicado, a Oi afirmou que o processo estaria “em linha com o objetivo da Companhia de desenvolver opções para seu Plano de Recuperação Judicial, a ser votado em Assembleia Geral de Credores“.

A venda da base de clientes é prevista nos planos de turnaround da companhia, que está em seu segundo processo de recuperação judicial. A ClientCo é um dos ativos remanescentes da operadora, que ainda ao longo de sua primeira recuperação judicial desinvestiu a operação de telefonia móvel (para o trio de operadoras nacionais), torres, data centers e o controle da rede de fibra óptica – neste caso para o próprio BTG Pactual, que hoje controla a V.tal com a Oi como acionista minoritária.

Em maio, a empresa projetou para a ClientCo uma expectativa de venda de 40% da UPI por R$ 4,8 bilhões, mas em 2025, e não agora. A unidade de clientes de fibra valeria R$ 12 bilhões. Com a expectativa de ter 6,6 milhões de cliente em 2025, isso significa que a empresa está avaliando cada assinante seu em R$ 1,8 mil. A receita média por cliente de banda larga projetada pela Oi para 2025 é de R$ 103, segundo a análise dos dados do Laudo da EY.

Há rumores no mercado de que o valor pedido pelo ativo seria de US$1 bilhão, mas de acordo com o Tele.Síntese, o valor é muito maior. Conforme dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a Oi tem 4,34 milhões de clientes em fibra óptica, sendo que esse valor de US$ 1 bilhão equivaleria, portanto, a cerca de R$ 1.151 por cliente.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários