26/02/2024

TikTok enfrenta novas restrições nos EUA; confira

Rede Social e Estados Unidos entram em mais um novo capítulo de guerra por medo de vazamento de dados confidenciais.

Nesta quarta-feira (16), uma diretriz foi emitida pelo Comando Cibernético de Nova York, e ela traz consigo a determinação de proibir o uso do TikTok. A justificativa para essa medida se baseia em uma revisão feita pelo próprio Comando Cibernético.

TikTok

A partir desse momento, os funcionários que trabalham para a cidade estão sujeitos à restrição de não poderem baixar ou utilizar o aplicativo TikTok, bem como acessar seu site, a partir de qualquer dispositivo de propriedade da cidade.

A razão subjacente a essa diretriz reside na necessidade de garantir a segurança e a privacidade dos nova-iorquinos, levando em conta a crescente influência das mídias sociais em nossa sociedade. Embora as plataformas de mídia social sejam valiosas para conectar os cidadãos entre si e com a cidade, é crucial adotar precauções para garantir o uso seguro dessas plataformas. Nesse sentido, o Comando Cibernético de Nova York se esforça constantemente para implementar medidas proativas que assegurem a integridade dos dados pessoais dos habitantes de Nova York.

As autoridades da cidade divulgaram um comunicado oficial ao The Verge, onde destacaram a importância de equilibrar a conveniência das mídias sociais com a necessidade de manter a segurança digital. Eles enfatizaram que o uso responsável e seguro dessas plataformas é uma prioridade, e que o Comando Cibernético de Nova York está constantemente se empenhando para avançar na proteção dos dados sensíveis dos nova-iorquinos.

Essa medida reflete a crescente preocupação com a segurança cibernética e a proteção dos dados pessoais em um cenário em que as mídias sociais desempenham um papel central na comunicação e interação entre os cidadãos e suas cidades. A decisão de proibir o TikTok em dispositivos de propriedade da cidade demonstra o compromisso em minimizar potenciais riscos à privacidade dos usuários e em promover um ambiente digital seguro e confiável para todos.

TikTok X EUA é uma briga antiga

A decisão em questão faz referência a diversas fontes e fatores que influenciaram a proibição do uso do TikTok em dispositivos do governo nos Estados Unidos. Uma dessas influências foi a diretriz emitida pelo Escritório de Gestão e Orçamento dos EUA, que desaconselhou o uso do TikTok em dispositivos governamentais. Além disso, houve uma legislação federal aprovada no início do ano que efetivamente proibiu o uso do aplicativo.

A proibição do TikTok é um tópico que tem sido discutido de maneira recorrente nos Estados Unidos. O Congresso norte-americano tem buscado aprovar uma legislação que proíba o uso do aplicativo em todo o país. Essa medida tem sido fundamentada na preocupação de que tanto o aplicativo quanto sua empresa controladora chinesa, a Bytedance, possam estar coletando dados para espionar cidadãos americanos.

Vários estados dos EUA já adotaram medidas para banir o uso do TikTok em dispositivos de propriedade governamental. No entanto, em um acontecimento mais recente, o governador de Montana, Greg Gianforte, buscou ir além ao sancionar um projeto de lei que proibiria o uso do aplicativo para todos os residentes do estado. No entanto, essa decisão foi contestada legalmente pelo TikTok, alegando que tal medida infringiria os direitos de liberdade de expressão dos cidadãos de Montana.

A percepção da população americana em relação ao TikTok é bastante diversificada. Uma pesquisa conduzida pelo Pew Research Center revelou que a maioria dos adultos nos Estados Unidos, representando 59% da amostra, considera a rede social de origem chinesa como uma potencial ameaça à segurança nacional do país. Isso destaca a existência de um debate substancial em relação aos riscos e benefícios associados ao uso do TikTok nos Estados Unidos.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários