22/05/2024

82% dos acessos do 5G no mundo se concentram em apenas 3 países; veja

Pesquisa da consultora Omdia, feita com 128 países com redes comerciais 5G, houve 1,08 bilhão de acessos na rede no final de 2022.

De acordo com dados de uma pesquisa da consultora Omdia, divulgados por Sonia Agnese, analista principal sênior da empresa para a América Latina, em evento Latam Telco Vision Forum, da fabricante NEC, a base de usuários do 5G ainda está concentrada em poucos países, sendo que 82% dos assinantes ficam na China, Estados Unidos e Japão.

Segundo os dados, de 1,08 bilhão de acessos da rede no final de 2022, 820 milhões estão concentrados nesses três países. Na pesquisa, foram contabilizados 128 países com redes comerciais 5G. Ou seja, ainda há muitas regiões que precisam trabalhar para ter a tecnologia.

Durante sua apresentação, a Agnese falou sobre os benefícios do 5G para o consumidor, afirmando que o fator determinante é a busca pela melhoria de experiência com vídeo. Entre os outros elementos estão upload mais veloz, chamadas por voz, realidade virtual, games e realidade aumentada. Apesar disso, apenas 57% das operadoras pesquisadas têm pacotes com vídeo 4K, e menos ainda, 27%, têm pacotes com games rodando na nuvem.

A analista sênior afirmou que nos últimos dois anos, cresceu no mundo a conexão de estádios (inclusive no Brasil) e uso do sistema para pagamentos. Além de que até 2025, é esperado o surgimento de aplicações em logística, com gestão de frotas autônomas, de vigilância pública e de dispositivos ingeríveis (engolir).

É importante que se crie um dispositivo moderno e inovador para chamar a atenção do consumidor de varejo, para assim gerar maior demanda pelo 5G. Caso contrário, a troca pela nova rede pode acontecer em um ritmo mais lento do que o esperado. Após 2025, tudo pode ser diferente com a tecnologia, desde ambulância conectada, cooperativismo veicular automatizado, smart grids e sistemas de saneamento inteligentes e cirurgia remota a máquinas pesadas industriais autônomas.

Para o meio corporativo, ela diz que o 5G é importante para a segurança, mobilidade, redução de custos, maior banda e menor latência. Fidelizar com as mesmas operadoras as quais já usam o 4G será uma tendência das empresas.

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários