23/05/2024

Crise no 5G faz a Ericsson programar a demissão de 1400 funcionários na Suécia

Segundo a Ericsson, está havendo uma baixa demanda nos produtos 5G e isso em afetado diretamente os lucros da empresa.

A Ericsson fará demissão em massa na Suécia, serão cerca de 1400 colaboradores demitidos. A decisão da empresa é em consequência da baixa demanda de equipamentos 5G em mercados como os Estados Unidos. Isso tem afetado internamente a empresa, que já havia sinalizado que uma crise estava rondando a companhia.

5G Ericsson

A big tech está lutando contra a desaceleração da demanda de produtos de tecnologia 5G. Com essa queda de produção a empresa tem reflexos nos balanços financeiros, o que leva a necessidade de fazer corte de funcionários, como uma forma de economia. 

No final do ano passado a Ericsson anunciou que estava fazendo um esforço para reduzir em pelo menos 9 bilhões de coroas suecas os seus custos. Isso equivale a US$ 861 milhões. 

A ideia é fazer essa economia até o final de 2023 através de racionalizações, fechamento de instalações e uso de menos consultores. E agora, ao que parece, a demissão em massa entrou na lista de estratégias também. Assim como outras empresas do setor de tecnologia, embora as motivações sejam de origens diferentes.  

A Ericsson concluiu agora as negociações que fez com os sindicatos dos suecos e está planejando fazer os cortes de empregos através de um programa de voluntários. Quem deu essa informação foi um porta-voz da empresa, na última segunda-feira. 

A pessoa que fez o comunicado não deu nenhum detalhe sobre a possibilidade de haver demissões em massa em outras unidades da companhia em outros países. O porta-voz se recusou a comentar sobre qualquer potencial corte pessoal em outros escritórios. 

Nos próximos dias os gerentes devem compartilhar como será esse programa voluntário de corte de empregos e como cada unidade da Suécia será afetada nos próximos dias. Ou seja, como cada divisão da Ericsson sofrerá com as modificações com o corte de colaboradores que a companhia decidiu fazer.

ViaUol
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários