27/02/2024

HBO Max e Prime Video: entenda o que está acontecendo entre os streamings

Com a fusão da Warner Bros e do Discovery, parece que a expansão do catálogo de conteúdos não será prioridade do novo serviço de streaming.

Desde que foi concretizada a fusão entre a Warner Bros e o Discovery, já estava nos planos realizar a integração dos seus serviços de streaming: HBO Max e Discovery+. Com a fusão entre as plataformas, seria possível pensar que os usuários passariam a ter mais conteúdos, mesmo que houvesse mudança nos valores das assinaturas, mas parece que o movimento está sendo ao contrário.

Com a divulgação das estreias de janeiro que aconteceriam no serviço da Amazon Prime Video, tinham alguns títulos bastante curiosos que pertencem à Warner Bros, que seguindo a lógica deveria ficar na nova plataforma da empresa. No entanto, segundo o portal Observatório do Cinema, com o comando de David Zaslav, o rumo do HBO Max será operado de forma diferente de quando foi criada, que era concentrar as produções da Warner Bros.

Alguns títulos da empresa estão indo para plataformas como a FAST, nos Estados Unidos, cujo serviços que tem o nome de Free ad-supported streaming television, já havia sido mencionado pelo executivo com a pretensão de explorar a rede. Inclusive, falou da possibilidade de criar uma plataforma gratuita suportada por anúncios.

Pelo o movimento que tem dado, o plano atual da Warner Bros Discovery não é ampliar o catálogo da HBO Max, tornando possível a realização de acordos de licenciamento das obras para outros serviços. Por exemplo, produções como The Originals, Godzilla vs Kong, Aquaman e Shazam!, que viraram atração no Prime Vídeo em outras plataformas.

HBO Max e Amazon Prime

Nos Estados Unidos, o HBO Max voltou a ser comercializado dentro do Prime Video Channels, os canais que podem ser assinados dentro da plataforma da Amazon. O retorno do acordo, que foi defeito em setembro de 2021, busca atrair novos assinantes para a plataforma. Segundo Zaslav, no tempo que o HBO Max ficou dentro do catálogo do streaming da Amazon, a plataforma conseguiu atrair 5 milhões de clientes.

Com isso, é possível perceber que as duas empresas fazem negócios há algum tempo, e que as mudanças não devem parar por aí. Além disso, fica claro que as produções da Warner Bros. Discovery não serão exclusivos do seu próprio streaming.

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários