28/02/2024

Demissões em massa nas big techs: como isso afeta o consumidor comum?

Grandes empresas de tecnologia como Amazon, Twitter e Meta e estão recorrendo a demissão em massa para reequilibrar as contas.

As demissões em massa nas grandes empresas de tecnologia virou uma tendência nos últimos meses. E esse é um movimento inverso ao que aconteceu durante a pandemia quando essas mesmas companhias fizeram grande investimento no setor pessoal e contratou muitas pessoas. 

Pessoa sendo demitida

Entre novembro de 2022 e janeiro de 2023 a Amazon, a Alphabet (que comanda o Google), a Meta (dona do Facebook, Instagram e WhatsApp), a Microsoft e o Twitter demitiram milhares de funcionários em seus escritórios pelo mundo. 

Qual o motivo dessas demissões em massa nas grandes empresas?

Essa crise nas big techs é causada por diversos motivos: alta da inflação, poucas vendas e um quadro de funcionários inflado. 

O site Layoffs.fyi, que é dedicado ao universo das tecnologias, afirma que quase 194 mil trabalhadores dessa área nos Estados Unidos ficaram sem emprego no início de 2022. 

Esse movimento de demissões não deve afetar muito o consumidor comum

Segundo as fontes ouvidas pelo Tilt, do site Uol, essa crise pode afetar o consumidor comum de diversas formas. Uma delas é a diminuição de produtos no mercado. Porém, Diogo Cortiz, professor de tecnologia e design da PUC-SP, afirma que as demissões não devem atingir o consumidor final de forma drástica.

É possível que aconteça uma falta de produtos ou serviços online ou uma demora maior que o comum na entrega desse tipo de demanda. Nada muito além disso. 

As demissões em massa nessas grandes empresas surgiram para que elas possam se reequilibrar e ficarem com as contas em dia, sem ter prejuízos por ter funcionários demais e dinheiro entrando a menos. 

Mas de um modo geral, o público que consome os produtos das big techs não vai sofrer tanto quanto esse funcionários que foram demitidos ou até mesmo as próprias empresas que agora precisam se adequar a um novo quadro de empregados, com menos pessoas.

ViaUol
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários