20/07/2024

Cenário atual dos streamings preocupa as TVs regionais; entenda

Afiliadas de emissoras como Band, Record, SBT e RedeTV!. estão tendo dificuldades para fechar patrocínio de programas e breaks comerciais.

A expansão que está ocorrendo com o serviço de TV por assinatura via internet (IPTV), ofertados por empresas como Vivo Play, Claro tv+ e DGO tem preocupado as afiliadas das emissoras, como Band, Record, SBT e RedeTV!. Acontece que essas companhias estão levando para seus clientes o sinal das redes das TV aberta sediadas em São Paulo, excluindo assim as TVs regionais.

Com isso, essas afiliadas estão enfrentando dificuldades no fechamento de patrocínio de programas e breaks comerciais. De acordo com a coluna do Sandro Nascimento, do ‘Na Telinha’, que ouviu vários executivos dessas ‘emissoras’, eles estão angustiados em torno das restrições, cada vez maiores, do sinal aberto das TVs regionais com o surgimento das novas tecnologias. Eles também relatam que já enfrentam problemas com as operadoras de TV paga via satélite (DTH) e agora com o IPTV.

Um desses executivos do Nordeste afirmou que o consumidor de TV por assinatura é interessante para o mercado comercial, por se tratar de grande parte do público A-B, pois possui maior poder de compra. Segundo ele, já perdeu contratos comerciais por não estar presente nestas plataformas.

Os profissionais ouvidos, que pediram anonimato, defendem o modelo de tecnologia usado pela Globo com suas filiadas, que libera a TV afiliada da região ao assinante quando é identificado o IP do cliente. Ou seja, ao acessar a operadora virtual, a localização do assinante é identificado, e assim passa a ter acesso a TV da sua localidade. Atualmente o Globoplay, do Grupo Globo, carrega 100% das suas emissoras regionais.

Outro problema relatado é a situação financeira dessas TVs regionais, que estão enfrentando problemas para pagar o 13º dos funcionários neste ano e o aumento da mídia programática regional – anúncios online – que são mais baratos e estão dificultando os reajustes da tabela comercial e tirando anunciantes.

Até as afiliadas da Globo estão enfrentando esse problema. Várias TVs já estão enfrentando problemas financeiros, como a RBS, a TV Gazeta Alagoas, que deve cerca de R$ 450 milhões e passa por processo de recuperação judicial.

De acordo com os executivos ouvidos, das afiliadas do SBT, Record, RedeTV! e Band, a solução seria uma conscientização da seriedade do problema por parte dos diretores de rede ou por meio de regulação do governo federal para fortalecer a cultura regional, incluindo sua mídia.

2 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários