18/04/2024

5G standalone cresce enquanto o 4G entra em declínio no Brasil

Rede de internet móvel tiveram novos dados durante os últimos meses. Enquanto o 5G cresce o 4G entra em declínio.

O 5G standalone tem crescido nas capitais, enquanto o 4G tem entrado em declínio. Isso é reflexo da implantação da nova rede móvel, que já chegou em todas as maiores cidades dos estados brasileiros. 

Internet

Houve uma redução de 3 milhões no uso do 4G pelo país. Essa quantidade de desligamentos é histórica, nunca a Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, contou dados assim em relação a essa rede (desde que começou a tomar dados sobre a rede em abril de 2013). 

O 5G SA tornou-se a maior da quinta geração, tendo 2,22 milhões de acessos. Durante agosto somaram-se 316,8 mil acessos à mesma rede. 

Entendendo o crescimento do 5G

Para entender esse crescimento, é importante analisar os dados das operadoras. A Vivo apresentou 640 mil chips no padrão standalone durante setembro, sendo que antes não havia registrado nenhum dado. 

Por outro lado, a TIM já tinha alguns números de agosto, foram 130 acessos. Porém em setembro pulou para 821 linhas. E para fechar, a Claro conseguiu dobrar seus dados, chegando a 731,7 mil acessos. 

O 5G teve um avanço de 11,84%, o que representa 4,065 milhões de acessos. Foi um crescimento líquido de 430 mil acessos no mês. 

Com isso, em porcentagem, as operadoras tiveram as seguintes porcentagens em participação de mercado: Vivo com 37%, Claro com 42% e a TIM com 21%.

O declínio do 4G

A queda do 4G não é responsabilidade apenas do crescimento do 5G. A limpeza que a Vivo fez em sua base tirando 3 milhões de acessos da Oi Móvel colabora muito para essa queda. 

O 4G está presente em 79% do mercado e isso não mudou muito. Porém, a queda de 3,065 milhões de acessos nunca aconteceu. Foi uma redução de 1,48%, em 203,384 milhões de linhas. 

Houve queda nas três grandes operadoras e nas pequenas também. Veja a relação:

  • Vivo teve 2,202 milhões de desligamentos, queda de 2,90% e totalizou 73,734 milhões de acessos;
  • Claro desligou 848 mil linhas, queda de 1,30%, totalizando 64,246 milhões de acessos; 
  • TIM reduziu em 302 mil, queda de 0,50%, totalizando 59,612 milhões de acessos;
  • Surf Telecom teve redução de 0,44%;
  • Algar cresceu 2,16%, com 4,158 milhões de acessos. 

Todas as PPPs, Prestadoras de Pequeno Porte, tiveram 5,791 milhões de acessos, o que representa 5,21% de aumento. 

E em meio a tudo isso o 3G teve crescimento de 810,8 mil acessos, avanço de 3,09%. Isso representa no total 27,094 milhões de linhas. O 2G seguiu no seu ritmo, caindo 1,89% com 24,464 milhões de linhas. 

3 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
3 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários