19/06/2024

Elon Musk quer retomar negociações de compra do Twitter; entenda

Por meio de carta, o bilionário retomou a proposta de US$ 54,20, cerca de US$ 44 bilhões para comprar a rede social, mas com uma condição.

Após diversos imbróglios relacionados a compra do Twitter pelo bilionário Elon Musk, surge mais um capítulo dessa história. Cerca de três meses após anunciar sua desistência do negócio, por meio de carta enviada na segunda-feira, 03, o empresário anunciou a retomada da proposta de US$ 54,20, cerca de US$ 44 bilhões, para comprar a rede social.

No entanto, há uma condição para que a operação volte a ser negociada. A plataforma precisa suspender a ação judicial aberta contra o bilionário.

Na época em que comunicou a desistência de compra do Twitter, Elon Musk alegou que a rede social não demonstrou o tamanho real de sua base de usuários humanos, assim como a quantidade de “bots”, os perfis automatizados. Desde que registrou sua proposta, em abril deste ano, o bilionário diz que tem solicitado dados detalhados sobre as operações, mas sem retorno.

Em julho, ele apresentou carta de desistência do negócio, alegando que o Twitter ignorou as solicitações de dados inicialmente, depois se recusou a cooperar, e por fim aceitou os pedidos, mas entregou um material incompleto. Entretanto, ao retomar a sua proposta, Elon Musk continua exigindo tais informações.

“As Partes de Musk fornecem este aviso sem admissão de responsabilidade e sem renúncia ou prejuízo a qualquer um de seus direitos, incluindo o direito de reivindicar as defesas e reconvenções pendentes na Ação, inclusive no caso de a Ação não ser suspensa, o Twitter falhar ou recusar para cumprir suas obrigações nos termos do Contrato de Incorporação de 25 de abril de 2022 ou se a transação contemplada não for concluída”, consta em trecho da carta.

Ações do Twitter sobem

Em resposta à retomada das negociações entre Elon Musk e o Twitter, houve uma alta nos países da rede social tanto na bolsa de Nova York quanto na bolsa brasileira, com uma alta de mais de 22,3% (USS$ 52,05 por ação) e de 21% (R$ 133,97/ação, respectivamente.

Há uma audiência sobre o processo entre a rede social e os bilionários prevista para 17 de outubro no Tribunal de Chancelaria de Delaware.

Vale lembrar que Elon Musk se tornou réu não somente no processo aberto pelo Twitter, mas também por investidores que iniciaram uma ação na justiça nos EUA antes mesmo da desistência. A ação coletiva, liderada pelo investidor da rede social William Heresniak, acusa o bilionário de violar leis corporativas e manipular o mercado.

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários