06/07/2022

Lei: Operadoras devem unificar serviços oferecidos em canais diferentes

Aprovada nesta quarta-feira (22) pela Alerj, o Projeto de Lei 3.025/22 segue para sanção do governador do Rio, Cláudio Castro (PL).

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quarta-feira, 22, o Projeto de Lei 3.025/22 de autoria da deputada Alana Passos (PTB), que determina a obrigatoriedade das operadoras de telecomunicações oferecerem em suas lojas físicas os mesmos serviços que podem ser contratados através dos canais telefônicos, isto desde que não haja restrição técnica que impeça a devida execução do pedido do consumidor.

Segundo informações do poder legislativo, essa proposta da parlamentar altera a Lei 7.620/17 que estipula o limite de espera de atendimento em lojas físicas de 15 minutos durante a semana e de 30 minutos durante fins de semana e feriados.

Conforme explica a deputada, em determinadas empresas o cliente deve, por determinação de protocolo, ligar no Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) para requerer o cancelamento de produtos mesmo comparecendo presencialmente na loja física.

Assim como outros projetos aprovados, o texto segue para sanção ou veto do governador do Rio, Cláudio Castro (PL), que tem o prazo de 15 dias úteis para se posicionar sobre o Projeto de Lei.

Por ser de autoria da Alerj, essa diretriz não valerá em outros estados além do Rio de Janeiro, no entanto, é possível que parlamentares de outros poderes apresentem propostas semelhantes se houver aprovação da população.

SourceAlerj
Lucas Ribeiro
Lucas Ribeiro
Jornalista há quatro anos, trabalho com revisão de textos e elaboração de pautas sobre telefonia móvel/telecomunicações no geral. Como lema, compartilho a ideia de Álvaro Borba, que diz: “Não importa o que eu acho, importa o que eu sei, e o que sei são os fatos”.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x