18/05/2022

Zubale, aplicativo de comércio eletrônico do México, mira Brasil e Chile em expansão de US$ 40 milhões

Fundada há três anos, no México, empresa oferece soluções para o setor logístico e promete entregas em menos de 60 minutos.

A startup mexicana de comércio eletrônico Zubale, que combina trabalhadores temporários com vitrines ou armazéns para completar embalagens ou entregas, está de olho em uma expansão para o Brasil e o Chile como parte de uma rodada de financiamento da Série A de US$ 40 milhões, anunciada esta semana.

brasil
Foto: Reprodução Internet

A rodada, liderada pelo grupo de capital de risco QED Investors, que também apoiou a Konfio do México no ano passado, segue uma série de fundos pré-seed totalizando US$ 8 milhões.

Um jogo de palavras para o espanhol “subale”, que significa “subir” ou “levantar”, o nome Zubale vem da missão da startup de “(empoderar) as pessoas que têm um smartphone para se conectar ao nosso mercado”, fundadora Allison Campbell disse à Reuters.

A empresa combina instantaneamente trabalhadores temporários com empresas que precisam de mão de obra para armazenamento, embalagem e entrega de pedidos para supermercados, varejistas ou restaurantes.

Em um mercado que os analistas dizem que pode valer US$ 200 bilhões até 2025, “os varejistas estão sob pressão”, disse Campbell. Os clientes da América Latina agora esperam uma “experiência incrível em seu canal digital oferecido pelos aplicativos”, disse ela.

A Zubale começou no México em 2019 e busca crescer rapidamente na América Latina, onde já possui operações na Colômbia, Costa Rica e Peru. Ela diz que planeja lançar no Brasil e no Chile no primeiro semestre de 2022.

Campbell diz que a vantagem do Zubale para vitrines sobre seus concorrentes é o reconhecimento da marca – os clientes não terão que usar um aplicativo de terceiros como Rappi ou Cornershop para fazer o pedido.

A Zubale espera triplicar suas vendas em 2022, disse em comunicado.

Carolina Veneroso
Carolina Veneroso
Jornalista, formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atua como repórter, redatora e com produção de conteúdo há 5 anos. Apaixonada por entrevistar e conhecer pessoas e novas histórias.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários